Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Palmeiras tenta parar aspirante ao acesso e fatalidades contra Avaí

William Correia São Paulo (SP)

Após empatar com o América-MG no sábado, o Palmeiras tem nesta terça-feira mais uma chance de parar um aspirante à primeira divisão e, assim, ampliar sua distância na zona de acesso. Às 21h50 (de Brasília), o adversário em Florianópolis será o Avaí, e a missão do líder da Série B do Brasileiro é evitar uma “fatalidade”.

No primeiro turno, o time catarinense mostrou sua força em Itu. O Verdão venceu por 2 a 1, mas teve do outro lado um dos rivais que mais lhe causaram dificuldades até agora na competição. Ao longo das rodadas, o clube conhecido como Leão da Ilha perdeu sua vaga entre os quatro primeiros colocados, mas manteve-se perto do G-4 sempre.

“Sabemos do Avaí um pouco por aquele jogo e pelo decorrer do torneio. Eles evoluíram muito, precisamos de total atenção. Não podemos entrar desligados porque podemos perder os três pontos em uma fatalidade”, indicou Leandro. “Será um jogo difícil. Eles têm o objetivo deles e nós temos o nosso, e vamos em busca dos três pontos”, avisou.

No duelo no primeiro turno, Márcio Diogo marcou um golaço em sequência de dribles até vencer o então goleiro Bruno, substituto de Fernando Prass, que estava machucado. Não só o lance, no qual faltou uma chegada mais forte de alguém do Palmeiras, mas o jogo todo mostrou que é necessário o Verdão estar concentrado e evitar qualquer vacilo.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Vilson e Henrique precisarão ter em campo a atenção cobrada por Kleina para evitar surpresas nesta terça
Contra o América-MG, que marcou seu gol em Belo Horizonte aproveitando dividida que Henrique perdeu, o líder não mostrou o empenho habitual e carrega prejuízos do jogo para Florianópolis. Alan Kardec, expulso, e Luis Felipe, que recebeu o terceiro cartão amarelo, estão suspensos e forçarão Gilson Kleina a mudar um pouco a tática do time.

Sem reserva na lateral direita, Kleina improvisará o volante destro Wendel, que estava na lateral esquerda, recolocando Juninho em sua posição após se recuperar de pubalgia. Está mantida a estrutura no meio-campo com Márcio Araújo e Wesley como volantes e Mendieta e Valdivia na armação, apesar das falhas de marcação no sábado. No ataque, Leandro ficará mais centralizado tendo Vinicius como colega no setor.

Com este posicionamento, a ideia é não só manter a liderança – o Palmeiras tem três pontos a mais em relação à segunda colocada Chapecoense –, mas ter chance de também ampliar a distância para o quinto colocado, primeiro clube fora da faixa do acesso. A equipe inicia a 23ª rodada com 15 pontos de vantagem e, nas contas da comissão técnica, precisa de 17 pontos nos 16 jogos que restam.

Jamira Furlani/AVAÍ F.C.
O técnico Hemerson Maria deve manter a escalação que interrompeu jejum de vitórias do Avaí ao bater o Icasa
O Avaí, por sua vez, trabalha para o que considera o jogo “mais difícil do ano”, e precisa da vitória. O time voltou a vencer após três jogos ao aplicar 3 a 1 sobre o Icasa, no sábado, mas o técnico Hemerson Maria tem dúvidas se irá manter a formação com dois atacantes. Ele já não contará com Reis no setor por suspensão e pode reforçar a marcação com o volante Rodrigo Thiesen ou o lateral Aelson, que volta de gancho.

Com 34 pontos em 22 rodadas, o Leão da Ilha ocupa a sexta colocação com a mesma pontuação do Sport, que está em quinto por ter duas vitórias a mais. Mesmo se vencer, a equipe catarinense não terá condições de entrar no G-4 nesta rodada, já que o Paraná, dono da quarta posição, somou cinco pontos a mais.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
AVAÍ X PALMEIRAS

Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 17 de setembro de 2013, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Assistentes: Diego Grubba Schitkovski e Edina Alves Batista (ambos do PR)

AVAÍ: Diego; Ricardinho, Alex Lima, Bruno Maia e Héracles; Anderson Uchôa, Eduardo Costa, Cléber Santana e Marquinhos; Márcio Diogo e Beto
Técnico: Hemerson Maria

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley, Mendieta e Valdivia; Vinicius e Leandro
Técnico: Gilson Kleina

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade