Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Palmeiras tenta se vingar do Sport para facilitar cálculo do acesso

William Correia São Paulo (SP)

A comissão técnica do Palmeiras calcula que 66 pontos são necessários para se garantir na Série A do Brasileiro do ano que vem, mas só depende do time para mudar essas contas. Às 16h20 (de Brasília) deste sábado, a equipe terá pela frente, no Pacaembu, o Sport, clube que o venceu de forma polêmica no primeiro turno. Bastará a vingança para a meta de pontos para o acesso diminuir.

“Se vencermos o Sport, podemos aumentar para 18 pontos a distância para o quinto colocado. Mantendo o quinto colocado a 15 pontos, acredito que garantiremos o acesso com 66 pontos. Mas pode mudar para 64 se essa distância aumentar. Precisamos de controle e tranquilidade como estamos fazendo para manter o nível de atuação”, indicou Gilson Kleina.

A explicação para a projeção do técnico é que o Leão pernambucano está na quinta colocação, iniciando a 24ª rodada da Série B a 15 pontos do líder Palmeiras. Se o Verdão triunfar neste fim de semana, a vantagem para o primeiro clube fora da faixa de acesso aumentará, no mínimo, para 17 pontos.

Em outras palavras, se ganhar, bastará ao Palmeiras conquistar mais quatro vitórias nas 14 partidas restantes para subir antecipadamente. Na verdade, conquistar 11 pontos entre os 42 em disputa será suficiente para encerrar o calvário na segunda divisão e pensar somente no título.

Como motivação, ainda há a derrota por 1 a 0 na Ilha do Retiro, em 8 de junho, quando o campo estava alagado, sem condições de abrigar um jogo de futebol, e o gol pernambucano surgiu de escanteio inexistente e com Nunes ajeitando a bola na mão antes de chutar a gol. “Foi um confronto difícil, embaixo d’água, e do jeito que foi. É uma derrota computada para nós, mas que não era para ter sido”, lembra Gilson Kleina.

Nunes virou reserva no Sport, que hoje tem Geninho como técnico, mas a recordação da partida ainda é clara nas mentes palmeirenses. Para a vingança, Kleina não contará com Leandro, Tiago Alves, Ronny, Marcelo Oliveira e Bruno, vetados por questão física, e Mendieta, suspenso, mas terá Fernando Prass, apesar de o goleiro não ter treinado nessa sexta-feira por lombalgia.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Valdivia e Vinicius marcaram na vitória sobre o Avaí na terça e só dependem de si de novo para continuar sorrindo
Em campo, Luis Felipe e Alan Kardec, que cumpriram gancho na vitória sobre o Avaí na terça-feira, entrarão nos lugar de Wendel e Leandro. A dúvida está entre a formação com três volantes, na qual Charles seria a novidade, ou três atacantes, com Ananias ocupando a vaga que seria de Mendieta. O maior reforço esperado, contudo, é das arquibancadas.

“O Sport é um concorrente, com representatividade, mas o Palmeiras sabe que pode ampliar sua vantagem e se aproximar do acesso. Por isso, é um jogo muito grande para nós. O torcedor tem sempre nos acompanhado, então que possamos lotar o Pacaembu para esse jogo decisivo”, convocou Gilson Kleina.

A expectativa do Palmeiras é por um Sport defensivo, como Geninho armou o time na vitória sobre o Guaratinguetá, na terça-feira. O treinador realmente não abrirá mão dos três zagueiros, provavelmente somente promovendo a volta de Tobi, que estava suspenso, no lugar de Oswaldo entre os defensores no 3-5-2.

O pedido, contudo, é de mais eficiência ofensiva para evitar sofrimentos como o do 1 a 0 de terça-feira. Contra o Verdão, a equipe está ciente que serão maiores as dificuldades para criar, o que exige ainda mais precisão nas finalizações. “O jogo será de muita marcação. Eles vêm de uma vitória e contam com o apoio da sua torcida. A partida será definida nos detalhes”, previu o zagueiro Vinicius Simon.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X SPORT

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 21 de setembro de 2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Celio Amorim (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Rafael da Silva Alves (RS)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Valdivia; Ananias (Charles), Vinicius e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

SPORT: Magrão; Tobi, Pereira e Vinícius Simon; George Lucas, Anderson Pedra, Rithely, Lucas Lima e Marcelo Cordeiro; Marcos Aurélio e Felipe Azevedo
Técnico: Geninho

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade