Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Dunga: ineficiência foi o defeito colorado na derrota para o Santos

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Sempre sucinto em suas declarações, o técnico Dunga resumiu com uma palavra a derrota do Internacional para o Santos: ineficiência. O baixo aproveitamento do time foi a causa do resultado no Estádio do Vale, segundo sua avaliação. Ao todo, foram 25 chutes a gol contra nove do Peixe, que venceu o jogo por 2 a 1.

“O Santos foi eficiente, e fez gols em duas jogadas de bola parada. Nós tivemos muitas chances, mas não fomos tão eficientes assim, e por isso perdemos. Sempre que se toma um gol é porque houve algum erro. Quando o Santos fez o primeiro o jogo estava equilibrado, mas quando estávamos retomando o controle da partida eles fizeram o segundo. No Brasileirão os adversários são de qualidade, e se você erra será penalizado”, explicou o treinador.

Dunga não contemporizou e nem tirou a culpa de Fabrício por sua expulsão. O lateral colorado fez falta em Cícero no final do jogo, levou amarelo, seguiu reclamando e acabou levando o vermelho: “Ainda não deu para ver bem o que houve, mas expulsão por reclamação é erro do atleta”, sintetizou.

Apesar da derrota decepcionante dentro de casa, o Inter não tem muito tempo para lamentações. Nesta quinta, a equipe recebe o Vitória, pela abertura do returno do Brasileirão. Com a derrota para o Santos, o Colorado ficou estancado na 6ª posição, com 30 pontos, perdendo a chance de encostar no G-4 do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade