Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Para renovar, Leandro promete jogar mais nos próximos dois meses

William Correia São Paulo (SP)

Emprestado em fevereiro na negociação que levou Barcos ao Grêmio, Leandro é o artilheiro do Palmeiras na temporada com 14 gols em 31 jogos. Mas acredita que fez pouco, e promete jogar mais nos pouco mais de dois meses que restam na Série B do Brasileiro para provar que merecer estar no centenário do clube, no ano que vem.

“Pelo pouco que já fiz, já viram o valor que tenho. Não sei se é alto ou baixo, mas demonstrei o que pude. E vou mostrar mais no resto ano”, projetou o jogador, que prefere não falar muito de renovação e que, costumeiramente, opta por respostas curtas em suas entrevistas.

Por enquanto, o atacante se coloca focado na busca pelo acesso na Série B do Brasileiro, apesar de, nas contas da comissão técnica, o time precisar de somente 17 pontos nas 16 rodadas que lhe restam na segunda divisão nacional para se garantir na elite. “Ainda tem mais dois meses para acontecer, prefiro focar dentro de campo. Deixo para o meu procurador”, esquivou-se.

A dificuldade no acerto de sua permanência, contudo, se limita a um aumento salarial. O presidente Paulo Nobre já avisou que não possui os 5 milhões de euros (cerca de R$ 15 milhões) exigidos pelo Grêmio para ter Leandro em definitivo, mas, por contrato, pode estender o empréstimo unilateralmente até dezembro de 2014. Basta um acordo com o atacante para ampliar o vínculo em um ano.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Atacante só precisar acertar seu salário para se garantir no centenário palmeirense, mas quer jogar mais
O jogador, palmeirense na infância e filho de um torcedor fanático do time, já explicitou sua vontade de ficar, apesar de ter contrato com o Grêmio por mais três anos. Leandro revelou até o sonho de usar a camisa 7 do ídolo Edmundo na temporada do centenário palmeirense.

Para isso, porém, quer jogar ainda mais, sem avaliar em números seu desempenho até o momento. “Não vou me dar uma nota, mas ainda tenho muito a mostrar. O jogador tem que mostrar a cada dia, e tenho muito a mostrar aqui ainda”, insistiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade