Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Para se recuperar de goleada, Vasco visita o já desesperado Náutico

Gazeta Press Rio de Janeiro (SP)

Disposto a se recuperar da goleada de 5 a 3 para o Cruzeiro e se afastar de vez da zona de rebaixamento, o Vasco visita o Náutico nesta quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), na Arena Pernambuco, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Cruz-Maltino aparece com 20 e quer reagir rapidamente para não começar a ficar pressionado pelo risco de nova queda para a Série B. As chances de um triunfo dos cariocas são grandes neste duelo, já que o Timbu segura a lanterna com apenas oito pontos e vem de derrota de 1 a 0 para o São Paulo. O representante pernambucano, por sinal, não vence há sete jogos no Brasileirão, tendo perdido os cinco últimos.

Apesar de toda essa realidade do Timbu, os vascaínos pregam o máximo de respeito ao adversário. No discurso, eles minimizaram o mau momento do rival e o fato dele se encontrar na lanterna do Brasileirão.

“O Vasco não tem que se preocupar com o momento vivido pelo Náutico no Campeonato Brasileiro, pois já temos os nossos próprios problemas para resolvermos. Ninguém aqui vai se iludir esperando facilidades porque o nosso adversário se encontra na lanterna, pois sabemos que no Campeonato Brasileiro isso pode ser momentâneo e em algum momento eles podem reagir. Temos que nos preocupar é com o nosso jogo, em fazermos uma grande partida, tentarmos impor o nosso estilo e buscarmos uma vitória, que é possível de ser conquistada mesmo longe do Rio de Janeiro”, disse o técnico do Vasco, Dorival Júnior.

Para conseguir essa esperada vitória, os vascaínos, porém, pretendem tirar proveito de um possível nervosismo do rival, que entrará em campo pressionado.

“Sabemos que o Náutico deve estar pressionado porque perdeu seu último jogo em casa e vai querer dar uma resposta ao seu torcedor. Temos que conseguir tirar algum proveito desta situação, pois a tendência é que, com o passar do tempo, o confronto comece a ficar a nosso feitio”, analisou o volante Wendel.

Arte GE.Net
Em termos de escalação, o Vasco não poderá contar nesta partida com o zagueiro Rafael Vaz e nem com o lateral-esquerdo peruano Yotún. Assim, Jomar entra para compor a zaga com Cris, enquanto que Henrique assume a lateral-esquerda. O meia Pedro Ken volta após não ter enfrentado o Cruzeiro por questões contratuais. Dessa maneira, Willie, autor de dois gols diante da Raposa, deverá ficar como opção no banco de reservas.

Pelo lado do Náutico, os jogadores garantem que a derrota para o São Paulo já faz parte do passado e acreditam que podem derrotar o Vasco nesta quinta-feira.

“Contra o São Paulo tivemos condições de vencer a partida, mas infelizmente não soubemos tirar proveito dos momentos que se mostraram positivos para nós e acabamos derrotados. Mas temos condições de mostrar algum poder de reação neste Campeonato Brasileiro e dar uma boa resposta para os nossos torcedores, que estão sofrendo, mas que acreditam na nossa virada dentro da competição. Nosso foco já está em conseguir um grande triunfo nesta quinta”, disse o volante Martinez.

Para este compromisso, o técnico Jorginho, sem maiores opções no elenco, vai fazer apenas uma alteração em relação ao time que foi derrotado pelo São Paulo. O zagueiro João Filipe, que não enfrentou o Tricolor por questões contratuais, volta na vaga de William Alves.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO X VASCO

Local: Arena Pernambuco, no Recife (PE)
Data: 5 de setembro de 2013, quinta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Kléber Lucio Gil (SC) e Fábio Pereira (TO)

NÁUTICO: Ricardo Berna; Auremir, João Filipe, Leandro Amaro e Bruno Collaço; Elicarlos, Martinez, Hélder, Tiago Real e Morales; Olivera
Técnico: Jorginho

VASCO: Diogo Silva; Fágner, Cris, Jomar e Henrique; Abuda, Wendel, Juninho Pernambucano, Pedro Ken e Marlone; André
Técnico: Dorival Júnior

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade