Tênis/Bastidores - ( - Atualizado )

Pelé e Federer se encontram e trocam presentes nos Estados Unidos

Nova York (EUA)

Tênis e futebol tiveram encontro especial nesta quinta-feira. Maior jogador de todos os tempos, Pelé participou de evento de patrocinador com Roger Federer em Nova York, sede do Aberto dos Estados Unidos – último Grand Slam da temporada. Apaixonado por futebol, o suíço falou sobre a Copa do Mundo do próximo ano e disse acreditar em boa apresentação da Seleção Brasileira.

“Imagino como está a expectativa no Brasil para os desafios do próximo ano. Como admirador do futebol que se joga por lá, tenho certeza de que estarão muito bem representados”, disse o suíço, eliminado nas oitavas de final do Aberto dos Estados Unidos, na terça-feira.

Já Pelé, que revelou praticar tênis desde a época em que morou na cidade e ter recebido aulas da lenda Arthur Ashe, enfatizou que Federer segue sendo um grande tenista mesmo com os resultados ruins desta temporada. Até aqui, o suíço conquistou apenas um título (em Halle) e um vice (em Roma) no ano.

Divulgação
Federer e Pelé exibem os presentes trocados em encontro desta quinta, em Nova York
"Ele continua alcançando grandes feitos no tênis, ao mesmo tempo em que dá sua grande contribuição ao mundo. Muitas pessoas inclusive o chamam de "Pelé do tênis", o que é motivo de grande orgulho para mim", afirmou.

Após a conversa, as duas lendas do esporte trocaram elogios e presentes. Federer, que permanece na cidade mesmo eliminado do Aberto dos EUA, já que cumpre compromissos com patrocinadores, deu ao Rei do Futebol uma camiseta utilizada no torneio autografada e um livro sobre tênis.

Pelé, que chegou a sugerir que o suíço jogasse pelo Santos, retribuiu com um quadro de uma foto dos dois em encontro no último mês de dezembro. Na ocasião, Federer esteve em São Paulo para disputar partidas de exibição no Ginásio do Ibirapuera e conversou com o ex-jogador em evento organizado pela mesma marca.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade