Futebol/Campeonato Espanhol - ( - Atualizado )

Pepe se defende, mas jornais espanhóis atacam vitória do Real: “Roubo!”

Madri (Espanha)

A polêmica vitória do Real Madrid sobre o modesto Elche, na última quarta-feira, pela 6ª rodada do Campeonato Espanhol, segue dando o que falar. Nesta quinta, dia seguinte ao confronto, os principais jornais da Espanha repercutiram o pênalti inexistente que deu a vitória aos merengues no último minuto do confronto. O curioso é que as publicações de Madri e Catalunha, que costumam defender os times de suas respectivas regiões, concordaram em afirmar que o Real foi ajudado pela arbitragem.

O lance aconteceu aos 48 minutos do segundo tempo. Após abrir 1 a 0, o Real Madrid sofreu o empate aos 46 da etapa complementar e se lançou ao ataque para tentar o gol da vitória. Depois de cobrança de escanteio, o zagueiro luso-brasileiro Pepe puxou Sánchez, do Elche, para baixo e caiu junto do jogador do Elche. Porém, o árbitro Muñiz Fernández entendeu que o defensor merengue sofreu a falta e assinalou pênalti, que foi convertido por Cristiano Ronaldo.

Reprodução/Sport
Imprensa espanhola criticou a vitória do Real Madrid
A controversa jogada revoltou os principais jornais da Espanha, que estamparam capas polêmicas nesta quinta-feira. O Sport, da Catalunha, foi o mais direto: “Que Roubo!”, publicou, acima da imagem de Muñiz Fernández, que ainda expulsou Sánchez ao assinalar a penalidade. O tabloide também afirmou que o triunfo merengue fora de casa foi conquistado graças a “uma ajuda escandalosa” da arbitragem. O Mundo Deportivo, também da Catalunha, adotou discurso parecido: “Assim ganha o Madrid, roubo escandaloso de Muñiz em Elche”, afirmou em sua manchete.

Nem mesmo os jornais da capital espanhola pouparam o erro que definiu a vitória do Real Madrid por 2 a 1. O As destacou que houve um “final escandaloso em Elche devido a um pênalti injusto e fora da hora”. O Marca, por sua vez, preferiu dar os “méritos” da jogada ao zagueiro português. “Artimanha de Pepe para enganar o árbitro e provocar pênalti fora do tempo”, disse.

Após a partida, o defensor do Real Madrid se defendeu das acusações e deu a sua versão do lance: “O jogador do Elche me agarrou e me puxou”, limitou-se a dizer. Sánchez, por sua, vez voltou a afirmar que não cometeu a penalidade: “O pênalti é uma jogada em que ele me agarra e me joga para o chão. E ainda me expulsaram”, contou. O técnico do Real, Carlo Ancelotti também explicou o que achou da jogada: “É difícil falar desses lances vendo do banco e não gosto de opinar sobre as decisões dos árbitros. Falei com o Pepe e ele me disse que o pênalti foi claro”, encerrou.

Terceiro colocado com 16 pontos (dois a menos que os líderes Barcelona e Atlético de Madrid), o Real Madrid volta a campo pelo Campeonato Espanhol neste sábado. O time merengue terá um clássico de cidade contra os Colchoneros, 17 horas (de Brasília), no Santiago Bernabéu. Para Ancelotti, o Real só vencerá o dérbi se mudar sua atitude em relação à partida contra o Elche.

“Jogando assim, não ganharemos o clássico. Isso está claro. Não estou contente. Precisamos jogar de forma diferente e temos sofrido muito. Não estou feliz pela partida, o melhor é o resultado, mas não é o bastante. Temos que jogar melhor”, decretou.

AFP
Muñiz Fernández assinalou pênalti inexistente para o Real Madrid e revoltou os jogadores do Elche

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade