Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Plano do Corinthians no Sul é recuperar pontos perdidos em julho

Marcos Guedes São Paulo (SP)

A cada análise que expõe sobre a tabela do Campeonato Brasileiro, Tite faz questão de dizer que priorizar a conquista da Recopa Sul-americana custou pontos ao Corinthians. Ele menciona especificamente a derrota em casa para o Atlético-MG, no dia 14 de julho.

“Aquela derrota está pesando hoje. Com mais três pontos, estaríamos no G-4, a dois pontos do líder. Estamos com o deficit da Recopa ainda e temos de recuperar em um jogo fora de casa. É o jogo que se apresenta”, afirmou o treinador, cobrando a busca pela vitória na noite desta quarta-feira, contra o Internacional, em Novo Hamburgo.

O jogo a que Tite constantemente se refere foi disputado contra os reservas do Atlético-MG. Se o Corinthians estava preocupado com a decisão contra o São Paulo – “sempre um campeonato à parte”, diz o gaúcho –, o time mineiro tinha uma preocupação ainda maior, a final da Copa Libertadores.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Tite pediu a seus jogadores que busquem em Novo Hamburgo três pontos perdidos no Pacaembu
De qualquer maneira, a equipe do Parque São Jorge foi derrotada. Ela melhorou de lá para cá no Nacional e, no início da 18ª rodada, ocupa a quinta colocação, cinco pontos atrás do líder Cruzeiro. Terminar o primeiro turno com vitórias sobre Internacional e Náutico – adversário de domingo, no Pacaembu – é o plano.

“A equipe não está sendo brilhante, mas está crescendo, está sendo consistente e sólida. Como sempre foi comigo, a equipe vai crescendo nos momentos decisivos. Agora, precisamos recuperar aqueles pontos. Eu preferia que fosse em um jogo de menor envergadura, mas o jogo contra o Inter é o que temos. Vamos correr atrás”, concluiu Tite.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade