Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Polícia prende 14 envolvidos em manipulação de jogos em Cingapura

Cidade de Cingapura (Cingapura)

Suspeitas de participarem de uma quadrilha de manipulação de jogos de futebol, 14 pessoas foram presas em Singapura após uma operação policial de 12 horas, envolvendo os Departamentos de Investigação Criminal, de Práticas Corruptas e de Inteligência, informou o jornal local Straits Times nesta quinta.

De acordo com o diário, 12 homens e duas mulheres foram presos, sendo que cinco deles serão investigados mais profundamente em breve. A operação, que começou na terça-feira, aconteceu em diversas partes do País, acusado pela Fifa de concentrar uma rede criminosa de apostas no esporte.

No começo deste ano, a entidade máxima do futebol revelou resultados forjados em várias partidas, incluindo das Eliminatórias para Copa do Mundo, da Liga dos Campeões da Europa, da Liga Europa e de inúmeros campeonatos nacionais do Velho Continente, em um verdadeiro escândalo na modalidade.

Diretor de segurança da Fifa, Ralf Mutschke colocou sob investigação o continente asiático, onde se concentra, segundo ele, a maior parte da quadrilha. Mutschke ainda contou com ajuda dos principais órgãos policiais – Europol e Interpol, por exemplo – durante as investigações.

Mais tarde, em evento, o presidente da Uefa, Michel Platini, afirmou que a Europol não era suficiente para combater a manipulação de resultados, lamentação que o fez pedir ajuda contra o crime. “Temos que proteger o nosso esporte dessa escória; Mas, hoje, infelizmente, somos ineficazes”, disse.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade