Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Por empate, gol histórico não satisfaz Luis Fabiano totalmente

São Paulo (SP)

Cem gols com a camisa do São Paulo no Morumbi foi a marca que Luis Fabiano alcançou nesta quinta-feira ao balançar a rede da Universidad Católica, nas oitavas de final da Copa Sul-americana. O atacante, entretanto, não deixou o gramado completamente satisfeito.

Depois de abrir o placar, a equipe brasileira sofreu o empate por 1 a 1 ainda no primeiro tempo. Um resultado que a obriga a fazer ao menos um gol na partida de volta (em 23 de outubro, no Chile). Caso contrário, cai já nas oitavas de final a tentativa são-paulina de bicampeonato na Copa Sul-americana.

"Fico feliz por poder chegar a uma marca tão legal, mas o gol que tomamos foi um castigo que a gente não poderia ter tomado", disse o jogador à Fox Sports, ao lembrar que o tento de Castillo, aos 40 minutos, pode servir como critério de desempate a favor dos chilenos se o jogo de volta terminar 0 a 0.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Atacante balançou a rede da Universidad Católica aos 17 minutos, mas viu seu time ceder o empate depois
"Neste tipo de competição, tomar gol dentro de casa é muito complicado, ainda em uma partida aberta como estava. Poderíamos ter feito o segundo ainda na etapa inicial", lamentou o camisa 9, bastante ovacionado - e elogiado pelo técnico Muricy Ramalho - nesta quinta-feira.

"Centroavante vive de gols. Ele voltou a marcar, marcou outro dia contra a Ponte Preta também (na estreia de Muricy). Na oportunidade que teve, pôs a bola para dentro. Teve outra de cabeça que mandou para fora. Enquanto estiver fazendo gol, está bom, está fazendo o trabalho dele", disse o treinador.

Com Luis Fabiano e companhia, o elenco se reapresenta na tarde desta sexta-feira aos trabalhos. O próximo compromisso será pelo Campeonato Brasileiro, dois dias depois, contra o Grêmio, também no Morumbi.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade