Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Portuguesa confia nas bolas aéreas para escapar do rebaixamento

São Paulo (SP)

Se na tabela de classificação a Portuguesa ocupa a 14ª colocação, com 28 pontos – a apenas quatro do Criciúma, primeiro time fora da zona de rebaixamento -, no quesito “bolas aéreas” a Lusa está em primeiro lugar. Com 14 gols marcados de cabeça, o time da capital supera todas as outras 19 equipes que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro. Cruzeiro e Fluminense, que dividem a segunda posição entre os times que mais marcaram de cabeça, fizeram “apenas” nove gols desta forma.

A lista dos jogadores que contribuíram para que a Lusa se transformasse no time mais letal em jogadas de cruzamento é extensa: Diogo, Luis Ricardo, Moisés Moura (duas vezes), Bérgson, Bruno, Cañete, Michel, Moisés, Valdomiro, Wanderson e até o goleiro Lauro já deixaram sua marca usando a cabeça.

Além da precisão dos finalizadores, grande parcela destes gols pode ser creditada à qualidade dos meio-campistas lusitanos. Corrêa e Souza, principais cobradores de escanteios e faltas do time, já deram cinco assistências cada um.

Confiando na bola parada, a Lusa volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta o Corinthians, em jogo válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Visando o aumento da renda, a Portuguesa transferiu a partida para o estádio Morenão, em Mato Grosso do Sul.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade