Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Presidente da Ferj garante estadual no dia 19 e promete mudanças para 2015

Rio de Janeiro (RJ)

Apesar de não ter se reunido com os clubes, o presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), Rubens Lopes, garante que não irá seguir a proposta da CBF e garantiu que o Campeonato Carioca de 2014 terá início no dia 19 de janeiro. Para adequar o calendário nacional à Copa do Mundo, a Confederação Brasileira gostaria que a competição começasse uma semana antes.

“Vamos começar dia 19 (janeiro), isso é ponto definido. Teremos, ao menos, 11 dias de preparação para os jogadores, que devem voltar de férias no dia 7”, revelou o dirigente à Rádio Brasil, sem esconder que este não é o cenário que gostaria. “Não é o ideal, preparadores e fisiologistas falam que não conseguem colocar ninguém apto a entrar em competição neste período, mas é o que podemos fazer em 2014”, completa.

Para evitar um calendário inchado e cansativo, a Ferj estuda duas propostas de alterar o formato do estadual já no próximo ano. Na primeira, a competição seguiria com dois grupos, mas não teria semifinais a cada turno. Na outra, haveria turno único de 15 rodadas, com os quatro melhores avançando às semifinais.

Site oficial da FERJ
Rubens Lopes quer mudanças no Campeonato Carioca em 2014 e 2015 (Foto: Buda Mendes)
Isso, porém, depende de aprovação do Conselho Nacional do Esporte. Isto porque a mudança desrespeitaria o Estatuto do Torcedor, que obriga a repetição da mesma fórmula por dois anos consecutivos.

“A modificação em turno único é uma alteração significativa e há a obrigação da bienalidade do regulamento imposto pelo Estatuto do Torcedor. Temos de ter aprovação do Conselho Nacional do Esporte. Já providenciamos que isso fosse feito”, garante Rubens Lopes.

O presidente da Federação do Rio de Janeiro pretende radicalizar ainda mais a partir de 2015. Para ele, o ideal é que o Campeonato Carioca inicie no primeiro final de semana de fevereiro e tenha partidas apenas aos sábados e domingos.

“Posso quase afirmar que será assim. Vamos negociar e conversar com os clubes, mas a ideia é que não tenhamos rodada durante a semana, só em último caso. Os clubes poderão ter férias normais e depois um mês de preparação, onde poderão fazer clínicas fora, amistosos”, revela.

Para Rubens Lopes, todo este esforço poderia ser poupado em caso de maior empenho da CBF com o calendário da próxima temporada. “A Copa do Mundo foi decidida em 2007 e eles só pensaram no calendário agora. Houve um retardamento incompreensivo. Passaram uns cinco, seis anos, sem ninguém pensar em nada. Aí divulgam um calendário sem que ninguém participasse disso. Foi imposto um número de datas x e ‘se vira nos 30’. Na minha concepção isso é uma monstruosidade”, conclui.

Satiro Sodré/AGIF
Neste ano, Botafogo venceu Taça Rio e Taça Guanabara e sagrou-se campeão Carioca

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade