Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Presidente do PSG quer Figo como substituto de Leonardo no clube

Paris (França)

Leonardo deixou a diretoria esportiva do PSG no último dia 16 de julho, após ser suspenso pela Federação Francesa de Futebol (FFF) por um ano – o brasileiro empurrou um árbitro depois de jogo do Campeonato Francês e sequer compareceu ao julgamento. Agora, o clube francês quer um substituto.

De acordo com o jornal local Le Parisien, o presidente Nasser El-Khelaifi pensa nos portugueses Luís Figo e Pedro Pauleta, que têm grande representação na Europa e no Mundo. O primeiro é o favorito do mandatário catariano, mas Pauleta tem grande passagem pelo clube, fator que pesa.

Atual embaixador da Inter de Milão, Figo ainda é poliglota, algo diferencial para o cargo no PSG e que o deixa mais ‘parecido’ com Leonardo. O diário crê que a falta de experiência de Figo como dirigente não influenciará, uma vez que Leonardo chegou ao clube nestas mesmas condições, e foi bem.

AFP
Embaixador da Inter de Milão, português Figo é alvo para substituir Leonardo no PSG
Leonardo deixou o comando técnico da Inter em 2011 e aceitou o desafio de ser braço direito de El-Khelaifi em um projeto: o de tornar o PSG um grande europeu em cinco anos. Até agora, a meta vem dando certo, com o time conquistando o Campeonato Francês e disputando a Champions League.

Antes de anunciar a saída do clube de Paris, Leonardo participou da negociação com o atacante Edison Cavani, do Napoli e da seleção uruguaia. O PSG desembolsou 63 milhões de euros (R$ 197 milhões) ao clube italiano para acertar salário de R$ 2,4 milhões com o jogador.

Quando soube da punição de 13 meses da FFF, Leonardo entendeu que não era mais possível permanecer como diretor esportivo. “Seria impossível continuar fazendo meu trabalho no PSG, porque não poderia fazê-lo 100%”, explicou, vendo a decisão da entidade francesa como “injusta”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade