Futebol/Liga dos Campeões - ( )

PSG encara “caldeirão grego” em estreia pela Liga dos Campeões

Atenas (Grécia)

A terça-feira reserva as primeiras emoções para as quatro equipes que fazem parte do Grupo C da Liga dos Campeões da Europa: Paris Saint-Germain, Benfica, Olympiakos e Anderlecht. Grande favorito da chave, o PSG estreia na competição fora de casa, às 15h45 (horário de Brasília), diante do atual tricampeão grego no Estádio Karaiskákis, sob pressão da numerosa e sufocante torcida do Olympiakos.

Salvatore Sirigu, goleiro italiano do time parisiense, falou sobre as dificuldades que esperam os  franceses em Atenas: “É um jogo totalmente diferente aos do Campeonato Francês. Jogamos sob uma atmosfera incrível, contra um clube de tradição como o Olympiakos. Sabemos que somos um time forte, mas também ainda assim respeitamos nossos oponentes. Enfrentaremos uma forte equipe, que foi campeão grego no começo do ano e vem participando da Liga dos Campeões com regularidade nos últimos anos. Seremos visitantes em um ambiente muito intenso e isso será complicado”.

Para a partida, os franceses terão os desfalques do zagueiro brasileiro Alex, que sofreu uma contratura muscular na coxa direita na vitória sobre o Bordeaux, e do meia argentino Javier Pastore, que também saiu machucado no fim de semana. Marquinhos, outro brasileiro da equipe, pode preencher a vaga na defesa, enquanto Lavezzi e Menez são opções para o setor ofensivo. Os astros Cavani e Ibrahimovic estão confirmados entre os titulares. Os brasileiros, Thiago Silva, Maxwell e Lucas, que no fim de semana marcou seu primeiro gol pelo PSG, também iniciarão a partida.

Já o Olympiakos, que vem de três vitórias no Campeonato Grego, entre elas um 4 a 0 aplicado no fim de semana, tem como grande estrela o argentino Saviola, ex-Real Madrid, Barcelona e Benfica. Além dele, o atacante Mitroglu, da seleção grega, e o jovem meia eslovaco Vladimir Weiss, ex-Manchester City, são outros nomes de destaque.

No mesmo horário, Benfica e Anderlecht fazem o outro duelo do grupo, na casa dos Encarnados, o Estádio da Luz, em Lisboa, recinto que receberá a decisão da competição, no dia 9 de maio do ano que vem.

Após vencer o Paços de Ferreira no fim de semana e iniciar uma recuperação depois do começo ruim no Campeonato Português, o time do técnico Jorge Jesus tem múltiplos desfalques para a partida, todos por lesão: o lateral Sílvio, o volante Rubem Amorim, os meias Salvio e Gaitán e o atacante Sulejmani.

Apesar disso, o treinador mostrou confiança na equipe e ressaltou a importância de vencer a primeira partida, ainda mais em casa. Questionado sobre a afirmação do zagueiro belga Gillet, de que o Benfica seria o mais fraco dos oito cabeças-de-chave da competição, Jesus prometeu uma resposta dentro de campo: "São duas equipes que têm como objetivo passar da fase de grupos. Vai ser um grupo muito equilibrado e é importante ganhar logo no primeiro jogo. Sabemos que na fase de grupos quem fizer dez pontos tem grandes possibilidades de se classificar”.

“O Anderlecht tem jogadores com muita qualidade e estamos preparados para um encontro difícil, mas esperamos dar uma boa resposta. Se os nossos adversários acham que somos os mais fracos do grupo, vamos ver na prática. Não posso contestar a ideia de um jogador, apenas podemos mostrar em campo que não concordamos com o que ele disse”, finalizou o treinador dos Encarnados.

AFP
Após marcar seu primeiro gol, Lucas será titular do PSG em Atenas, diante do Olympiakos

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade