Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Quatro jogadores do Vitória são acusados de estupro em Curitiba

Curitiba (PR)

O Vitória não pôde comemorar muito o seu triunfo sobre o Atlético-PR, por 5 a 3, pelo Campeonato Brasileiro. Isto porque uma mulher de 44 anos acusou quatro jogadores do time de estupro na manhã desta segunda, agitando a concentração da delegação, atualmente no Hotel Bourbon, em Curitiba.

Em entrevista à Rádio Banda B, a possível vítima relatou que estava em uma casa noturna com uma amiga, namorada de um atleta rubro-negro. Durante a madrugada, ambas foram até o hotel. “Eles me estupraram. Ficaram revezando. Um saía do quarto, e outro entrava”, disse a mulher, chorando.

Por volta das 6h30 (de Brasília), a mulher teria conseguido fugir do quarto e pedir socorro para um motorista em frente ao hotel. Hamilton Carvalho confirmou o pedido. “Ela se jogou em frente ao meu carro, falando que tinha sido estuprada. Vi que era sério. Ela me mostrou um hematoma no peito”.

Quando foi verificar no Hotel Bourbon, a recepção chamou um representante leonino, que teria dito: “Isso é normal. Prostitutas entram e saem dos quartos. Não tem nada que possa ser feito”. Irritado com a fala, o motorista afirmou que acionou a Polícia, que teve ação rápida.

Procurado pelo site Bahia Notícias, o diretor de futebol do clube baiano, Raimundo Queiroz, confirmou a acusação, mas negou tudo. “Não aconteceu nada. É mentira. As mulheres estavam bêbadas e foram levadas para a delegacia. Ela nem sabe qual é o nome dos jogadores”.

Uma investigadora da Delegacia da Mulher de Curitiba revelou ao Correio da Bahia que todos os envolvidos no caso já estão sendo ouvidos. A previsão é a de que ela convoque uma coletiva de imprensa nesta tarde para explicar mais detalhes sobre todo o ocorrido.

O Hotel Bourbon também emitiu um comunicado oficial:

A Rede Bourbon Hotéis & Resorts esclarece que todo o processo de check-in e check-out das hóspedes foi feito de acordo com o procedimento padrão da hotelaria.

Durante a estadia – registrada na madrugada do dia 30 de setembro de 2013, entre 02h e 05h30 – não houve nenhuma queixa ou registro de reclamações.

A Rede Bourbon preza pela privacidade dos hóspedes e não tem acesso às informações particulares de cada apartamento.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade