Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Renato Abreu comemora gol, mas mantém cautela no discurso

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Contratado recentemente pelo Santos, o meia Renato Abreu marcou na vitória sobre o Internacional-RS, por 2 a 1, na noite desta terça-feira, em Novo Hamburgo (RS). Empolgado com o seu primeiro tento anotado vestindo a camisa do Peixe, o experiente jogador, de 35 anos de idade, destacou ter ficado satisfeito por ter contribuído para um importante resultado do time praiano, mesmo atuando fora de casa.

“É muito grande a emoção de marcar no primeiro lance, no meu segundo jogo pelo Santos. Fico muito feliz pelo gol, que saiu em uma das minhas principais características, que é a batida de falta. Ainda contei com a ajuda da barreira, mas fico feliz pela oportunidade de ajudar de alguma forma, fazendo um gol. Estou contente demais, porém, sei que ainda falta muita coisa para acontecer”, discursou Renato Abreu, projetando uma melhora no seu rendimento nas próximas partidas.

Sobre o lance do gol, o veterano meia ainda aproveitou para agradecer Cícero, que deixou a cobrança de falta para Renato Abreu, e ao técnico Claudinei Oliveira, pela confiança em pedir a ele que realizasse a batida da infração.

“O Claudinei disse para entrar lá e bater a falta. O Cícero já estava pronto para a cobrança, mas pedi para ele deixar. A falta era em uma posição que gosto de chutar para o gol e, depois, agradeci ao Cícero pela oportunidade, já que ele vinha cobrando a maior parte das infrações para o nosso time. Não é em todo jogo que você entra e faz um gol tão rápido”, concluiu.

O gol diante do Colorado, em duelo atrasado válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, pode render uma chance entre os titulares para o atleta diante do Flamengo, seu ex-clube, em jogo marcado para esta quinta, às 21 horas (horário de Brasília), no Maracanã. Isto porque, o volante Alison e o meia Leandrinho são dúvidas para a partida e Renato Abreu pode ser escalado na vaga de um dos dois jogadores do meio-campo alvinegro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade