Futebol/Amistosos - ( - Atualizado )

Roma desmente Felipão e prevê 15 dias de tratamento para Maicon

Roma (Itália)

Nesta sexta-feira, o departamento médico da Roma, da Itália, confirmou uma lesão muscular na coxa direita sofrida pelo lateral-direito Maicon na partida contra a Sampdoria na última quarta-feira, que afastará o jogador dos gramados pelos próximos 15 dias. Com isso, o lateral, que havia sido convocado na tarde de quinta-feira pelo técnico Luís Felipe Scolari para os próximos amistosos da Seleção Brasileira, não deve ter condições de atuar e deve ter seu corte anunciado a qualquer momento.

Caso se confirme o prazo de recuperação estipulado pelo clube italiano, Maicon estaria apto a voltar a jogar justamente no dia 12 de outubro, data do primeiro amistoso da Seleção, contra a Coreia do Sul, em Seul. Três dias depois, o Brasil encara a Zâmbia, no estádio Olímpico de Pequim, na China.

Na coletiva realizada na última quinta, Felipão falou sobre a lesão do jogador e disse ter conversado com o atleta, que teria afirmado que não se tratava de um problema grave. “O do Maicon, pelo que conversamos depois do jogo, era uma situação apenas de cãibra, pode voltar já no fim de semana”, disse o técnico.

Maicon foi titular nas duas últimas duas partidas da Seleção Brasileira, amistosos diante de Austrália e Portugal, logo de ser chamado após três anos fora de qualquer convocação. Além do lateral da Roma, Daniel Alves foi o único outro jogador da posição convocado por Felipão para os amistosos. Até o momento, a CBF ainda não se pronunciou oficialmente sobre um possível corte de Maicon.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade