Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

No Morumbi, São Paulo retoma prioridade em duelo com Grêmio

Tossiro Neto e Vicente Fonseca São Paulo (SP)

Após breve pausa para estrear com empate na Copa Sul-americana, o São Paulo retoma neste domingo sua grande prioridade até o fim do ano: salvar-se do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Às 16 horas (de Brasília), o time - mal preparado fisicamente, segundo o técnico Muricy Ramalho - recebe o Grêmio, no Morumbi.

Vindo de derrota na rodada passada para o Goiás, no Serra Dourada, o time paulista precisa muito da vitória, já que está apenas dois pontos acima do 17º colocado. Ainda assim, é difícil voltar à zona de descenso neste fim de semana, já que dois times abaixo fazem duelo direto.

De qualquer forma, não se cogita um tropeço como mandante, até porque, na rodada seguinte, tem clássico contra o Santos, na Vila Belmiro. Ciente disso, Muricy poupou alguns jogadores no meio de semana - nem relacionou o volante Rodrigo Caio e deixou o meia Jadson no banco de reservas até o segundo tempo.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
São Paulo, de Aloísio, volta a enfrentar Grêmio, que agora tem Zé Roberto como opção no banco de reservas
Um desfalque certo é Welliton, cujo empréstimo foi repassado pelo Grêmio e não pode atuar por contrato - o atacante, porém, já não atuou diante da Universidad Católica por conta de dores musculares. O volante Denilson, recém-recuperado de contratura na coxa direita, segue fora. Já o meia Maicon está livre de trauma na panturrilha direita e fica à disposição, podendo ganhar uma vaga no time.

O Grêmio, sem vencer há quatro jogos somando Copa do Brasil e Brasileiro, busca no Morumbi uma vitória que lhe deixe folgado dentro do G-4 e o reaproxime da disputa pela liderança. Atualmente, a vantagem é de cinco pontos sobre o Inter, quinto colocado. Por outro lado, a distância para o líder Cruzeiro subiu a 11 pontos.

Se o técnico Renato Gaúcho tem alternado o esquema entre o 3-5-2 e o 4-4-2, para domingo não há qualquer dúvida: o time gaúcho atuará com apenas dois, e não três zagueiros. O motivo é simples: faltam beques. Gabriel rompeu os ligamentos do joelho e só volta em 2014. Werley se recupera de lesão no tornozelo e só volta semana que vem. E Rhodolfo, emprestado pelo São Paulo, não poderá atuar por cláusula contratual.

Assim, Renato conta com a volta de Saimon ao lado de Bressan. Ele não atuou no empate em 0 a 0 com o Corinthians, na quarta-feira, pela Copa do Brasil, por ter sentido indisposição antes da partida. Mas o Grêmio não perdeu consistência defensiva sem seu trio de zagueiros. Renato escalou a equipe com três volantes e três atacantes, e deve repetir a formação.

Assim, Zé Roberto deve seguir na reserva. Depois de nem sequer entrar no segundo tempo nos dois últimos jogos, o experiente meia admitiu contato do São Paulo para contar com o seu futebol, mas recuou nesta quinta-feira. "Estou muito feliz no Grêmio. Quero me retratar: não estou nada insatisfeito. O contato do São Paulo ocorreu em 2006. Meu contrato com o Grêmio vai até o final do ano, com possibilidade de renovação se chegarmos à Libertadores. Posso dizer que há grande chance de eu encerrar a carreira no Grêmio", disse.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X GRÊMIO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 29 de setembro de 2013, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistente: Alessandro Matos (BA) e João Patrício de Araujo (GO)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Antônio Carlos e Reinaldo; Wellington (Maicon), Rodrigo Caio e Ganso; Jadson, Aloísio e Luis Fabiano
Técnico: Muricy Ramalho

GRÊMIO: Dida; Pará, Saimon, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro e Riveros; Kleber, Barcos e Vargas
Técnico: Renato Gaúcho

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade