Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Sem Celso Roth, Coritiba volta suas atenções para Caio Júnior

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

O que parecia ser uma decisão rápida após a saída de Marquinhos Santos do posto de técnico do Coritiba, virou uma novela. Depois de começar a negociação com Caio Júnior, sem sucesso, o presidente do clube, Vilson Ribeiro de Andrade, esteve em Porto Alegre, nesta quinta-feira, para tentar fechar com Celso Roth. Porém, nada feito e o time segue no comando do auxiliar Marcelo Serrano.

Assim como no caso de Caio, Roth pediu valores muito acima do teto estipulado pela diretoria alviverde e as conversas não seguiram adiante. De voltar à capital paranaense, sem uma solução, o dirigente coxa-branca agora deve voltar a se reunir com a primeira opção. Neste caso, além do valor do salário, a chegada de mais quatro membros para a comissão técnica é um impasse, já que aumentaria ainda mais os custos.

Enquanto nada é definido, o time tentará se recuperar no Campeonato Brasileiro, neste sábado, quando enfrenta o lanterna Náutico, na Arena Pernambuco. A única novidade entre os convocados é o atacante Bill, recuperado de lesão. O volante Júnior Urso e Leandro Almeida, que tinham esperanças de voltar a campo, seguem vetados pelo departamento médico.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade