Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Silvio Criciúma vê resultado normal após primeiro tempo equilibrado

Criciúma (SC)

O Criciúma sofreu mais uma derrota dentro de casa, neste domingo. O algoz da vez foi o Internacional, que venceu por 1 a 0 com gol marcado aos cinco minutos da etapa final. Para o técnico Sílvio Criciúma, o time catarinense chegou a equilibrar as investidas no primeiro tempo, mas sucumbiu à superioridade da equipe gaúcha.

“A superioridade do Inter foi determinante. Eles tem um time de qualidade boa e a gente poderia ter tirado proveito no primeiro tempo, quando jogamos de igual para igual. O time se comportou e defendeu bem. Eu disse no intervalo que quem saísse na frente provavelmente venceria o jogo. Vacilamos ao tomar o gol tão cedo no segundo tempo”, analisa o treinador.

Questionado sobre os motivos que teriam levado o Criciúma a fazer um segundo tempo abaixo do primeiro, Sílvio voltou a citar a superioridade do time rival. “Não tem nada de mágico na conversa do intervalo que vá piorar o time, assim como não foi o desgaste físico. Talvez o emocional. Existe o peso de virar a partida, principalmente quando se enfrente um Internacional, uma equipe de muita qualidade”, diz.

Outro problema encontrado pelo treinador foi o número de desfalques para a partida deste domingo. Para o duelo contra o Fluminense, na quarta, Sílvio não poderá contar com o volante Leandro Brasília, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Por outro lado, o goleiro Gallato, que sentiu a coxa no aquecimento e deu lugar a Helton Leite, deve atuar normalmente. Além disso, Ewerton Pascoa e João Vitor retornam de suspensão e Elton, que não pode entrar em campo por pertencer ao Inter, estarão à disposição. Opções no banco de reservas neste domingo por precaução, já que retornam de lesões, Daniel Carvalho e Wellington Paulista podem voltar ao time titular.

“Teremos uma verdadeira decisão contra o Fluminense, vale posição. Teremos um time bem mais encaixado do que esse que jogou contra o Inter”, comemora o técnico. Apesar disso, ele alerta para mais uma partida difícil no Heriberto Hülse. “Será um adversário de qualidade. Temos que montar uma equipe forte com o ingrediente do Fluminense estar na nossa frente na tabela para fazer um bom jogo”, conclui.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade