Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Técnico do Coelho lamenta empate em casa, mas acredita no acesso

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Com uma exibição muito ruim, o América-MG não conseguiu vencer o Avaí dentro do Independência, mesmo com um jogador a mais desde o primeiro tempo, e empatou por 0 a 0 nesse sábado. Na avaliação do técnico Silas, o pecado do Coelho foi errar demais nas finalizações. Mesmo com a distância do G-4, Silas mantém o otimismo sobre o acesso da equipe americana.

“Tivemos tudo a nosso favor para ganhar o jogo e não conseguimos, porque tem dia que as coisas não dão certo. Mesmo sendo o Avaí uma equipe muito forte e que conta com jogadores experientes como são os casos do Marquinhos e do Cléber Santana, nós tivemos tudo para ganhar esse jogo. Nós tínhamos 90 minutos para fazer um gol, mas, infelizmente, não conseguimos”, lamentou.

Apesar da qualidade do adversário, Silas entende que bastaria um gol para mudar o quadro. “Se tivéssemos feito um gol, o jogo iria se abrir. Com certeza o Avaí teria de partir ao ataque e ofereceria espaço, já que estava com um atleta a menos. Tivemos a bola do jogo com o Fábio Júnior, que talvez tenha sido a melhor, pois ele está acostumado a fazer isso. Ele até conseguiu dominar e fazer o giro. Mas o chute saiu fraco e em cima do Diego”, comentou.

Apesar da campanha irregular, Silas mantém as esperanças de levar o América-MG até a Série A do Brasileiro. “Há dias em que o jogador não está no seu melhor dia. Às vezes as coisas não saem como a gente planeja. Logicamente que não é o ideal não ganharmos em casa, mas ainda não acabou”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade