Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Técnico do Goiás afirma que arbitragem tem "receio" de Luxemburgo

Goiânia (GO)

Após o apito final da partida entre Goiás e Fluminense, disputada no Serra Dourada e vencida pelos cariocas, o técnico esmeraldino, Enderson Moreira, caminhou em direção ao árbitro do jogo, Márcio Chagas da Silva, para reclamar. Para Enderson, a atuação do juiz interferiu no resultado final do confronto.

“O pênalti no Walter foi uma coisa absurda. O Leandro Euzébio o abraçou. Depois, o William Matheus saiu e ele demorou dois minutos para permitir a substituição”, declarou o treinador do Goiás.

Segundo Enderson, a presença de Vanderlei Luxemburgo no banco de reservas do Fluminense intimida os árbitros.

“Os árbitros têm receio do Luxemburgo. O Márcio teve problemas com o Luxemburgo no Sul (o juiz relatou na súmula xingamentos do técnico, então no Grêmio, contra ele e o quarto árbitro no Gre-Nal disputado em fevereiro deste ano, pelo Campeonato Gaúcho). Eu entendo que o Fluminense não precisa disse para sair da situação em que está”, declarou.

Durante a entrevista coletiva concedida após a partida, o treinador do Fluminense recusou comentar as declarações de Enderson. "O que eu tenho a ver com isso? O problema é dele com o árbitro".

Com o resultado, o Fluminense, que estava a cinco pontos da zona de rebaixamento, ultrapassou o Goiás, e agora está em sexto, a seis pontos do Grêmio, quarto colocado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade