Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Tite mostra otimismo com vaga: "Sou cascudo na Copa do Brasil"

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Para Tite, o confronto entre Corinthians e Grêmio, pelas quartas de final da Copa do Brasil, está “absolutamente aberto”. Após o empate por 0 a 0 no Pacaembu, o treinador lembrou que o gol fora de casa é critério de desempate e apontou sucessos anteriores para demonstrar otimismo na classificação alvinegra.

“Tomando um gol em casa, a situação ficaria bastante difícil. Foi pouco, melhor seria uma vitória, e as substituições foram nesse sentido, mas qualquer empate com gols lá é bom para a gente. Posso falar de cadeira, na Copa do Brasil eu sou cascudo”, afirmou o gaúcho, campeão em 2001 com o Grêmio e vice em 2009 com o Internacional. As duas decisões foram contra o Corinthians.

Segundo o treinador, o resultado do jogo de ida criou uma situação desconfortável para o adversário na volta, que acontecerá no distante 23 de outubro. Os donos da casa terão de adotar cautela na busca por uma vitória na Arena do Grêmio, pois qualquer bola em sua rede tornará obrigatória uma virada para a sobrevivência na competição.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Tite recordou seu sucesso, como técnico do Grêmio, após empate em casa com o Corinthians
“Sofremos bastante com o Luverdense. Cada ataque deles era coração na mão”, disse o técnico, referindo-se à fase anterior. Derrotado por 1 a 0 em Mato Grosso, o Corinthians fez 2 a 0 no Pacaembu e avançou. Se tivesse sua meta vazada no finalzinho, teria sido eliminado.

Tite recordou também a decisão de 2001, na qual, do lado gremista, castigou o Corinthians em São Paulo após empate no Sul. “Empatei por 2 a 2 com o Corinthians, como técnico do Grêmio. O Grêmio ganhou no Morumbi e foi campeão. Está absolutamente aberto.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade