Futebol/Campeonato Inglês - ( - Atualizado )

Único invicto, Everton bate Newcastle, ultrapassa Chelsea e entra no G-4

Liverpool (Inglaterra)

Se começou o Campeonato Inglês com dois empates nas duas primeira rodadas, o Everton finalmente mostrou sua força e embalou na competição nacional. Nesta segunda-feira, a equipe azul de Liverpool entrou em campo defendendo uma sequência de onze partidas sem derrotas dentro de casa na competição nacional e não decepcionou: Venceu o Newcastle por 3 a 2, ultrapassou gigantes como Manchester City e Chelsea, e alcançou a quarta colocação da Premier League após a sexta rodada. De quebra, manteve-se como o único time invicto neste início de campeonato nacional.

A partida foi definida ainda na primeira etapa. Atuando com grande intensidade e incentivado pelo abarrotado estádio Goodison Park, o Everton anotou seus três gols nos 45 minutos iniciais (dois de Lukaku e um de Barkley) e liquidou a fatura ainda antes do intervalo. No segundo tempo, Cabaye, com um golaço, e Remy, no úlitmo minuto, descontaram, mas o Newcastle não conseguiu superar o Everton, que alcançou o décimo triunfo nos últimos 14 jogos dentro de casa no Campeonato Inglês.

Com o resultado, a equipe azul chegou aos 12 pontos e atingiu a quarta posição da Premier League, ficando a uma vitória do líder Arsenal. O Newcastle, por sua vez, estacionou nos sete pontos e seguiu amargando a 16ª colocação da competição, muito ameaçado pela zona de rebiaxamento. Na próxima rodada, o Everton tem confronto direto com o Manchester City, fora de casa, enquanto os Magpies vão ao País de Gales enfrentar o Cardiff.

AFP
Emprestado pelo Chelsea, o atacante Lukaku anotou dois gols e deu um assistência na vitória do Everton

O Jogo- Time com maior média de posse de bola neste início de Campeonato Inglês, o Everton começou a partida afogando o Newcastle no Goodison Park. Logo no primeiro minuto, o atacante belga Lukaku recebeu livre na grande área, limpou o goleiro Tim Krul e empurrou para as redes. No entanto, a arbitragem assinalou impedimento e anulou o gol. Dois minutos depois, porém, o jovem emprestado pelo Chelsea aproveitou cruzamento de seu compatriota, Mirallas, e não perdoou: 1 a 0.

O Everton continuou pressionando, mas, ao invés de manter a posse de bola, deixou-a com os visitantes, avançando suas linhas de marcação e afogando o adversário no campo de defesa. Aos sete minutos, Barkley roubou bola no campo de ataque e arriscou de fora da área, mandando para fora. Aos 19, foi a vez de McCarthy avançar com espaço e chutar firme. Nesta oportunidade, porém, Krul foi obrigado a fazer boa defesa com os pés.

Os mandantes seguiram muito superiores e ampliaram o marcador cinco minutos depois. Após mais um erro na saída de bola do Newcastle, Lukaku acertou belo passe em diagonal para Barkley, que arrematou sem chances para o arqueiro holandês: 2 a 0. O time de Liverpool, então, diminuiu o ritmo, mas mesmo assim chegou ao terceiro gol. E de maneira bisonha. O goleiro Tim Howard deu um chutão para o campo de ataque, e Lukaku aproveitou desatenção da zaga e do goleiro do Newcastle para deixar Coloccini no chão e só finalizar para a meta vazia: 3 a 0. O primeiro tempo acabava com um massacre do time azul.

Se não havia assustado os mandantes na etapa inicial, o Newcastle teve um início de segundo tempo avassalador. Após acertar a trave com o lateral Davide Santon logo no primeiro minuto, os Magpies diminuíram o placar aos cinco. Yohan Cabaye mandou uma bomba de fora da área e anotou um golaço, arrematando no ângulo esquerdo de Tim Howard. Os visitantes, então, motivaram-se e passaram a atacar com mais constância. Porém, começaram a esbarrar na falta de pontaria de seus atacantes, os franceses Remy e Ben Arfa.

Por outro lado, os espaços para contra-ataque aumentaram, e o Everton passou a responder às investidas do Newcastle com boas chegadas de Lukaku, Barkley e Mirallas. Temendo ser goleado, o time alvinegro voltou a recuar e deixou de levar perigo ao gol de Howard. Só voltou a atacar aos 44 minuos, quando Remy aproveitou cruzamento na área e tocou na saída do goleio norte-americanao, diminuindo o placar em Liverpool. Fim de papo: 3 a 2 Everton, que segue sendo o único time invicto da Premier League 2013/14.

AFP
O meia-atacante Ross Barkley também se destacou e fez um gol na partida desta segunda-feira

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade