Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Vascaínos culpam início de jogo ruim em quarta derrota consecutiva

Belo Horizonte (MG)

Logo no início de jogo, o Atlético-MG não tomou conhecimento do Vasco e abriu dois gols de vantagem com facilidade. O time carioca se arrastou até o intervalo, mas voltou para a etapa complementar com uma postura surpreendente, pressionando o Galo dentro do Independência. Sendo assim, conseguiu descontar com Dakson, mas não foi o suficiente para evitar a quarta derrota consecutiva na Série A do Campeonato Brasileiro.

“Eu acho que mais uma vez tivemos um tempo muito bom e outro muito ruim. Pecamos nos 15 minutos inicias. Eu já tinha falado durante a semana que os 15 iniciais e os 15 finais estão complicando nossa equipe, mas vamos manter a cabeça erguida, nos esforçar para sair dessa situação”, afirmou o volante Pedro Ken.

Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama
Logo no início de jogo, o Atlético-MG não tomou conhecimento do Vasco e abriu dois gols de vantagem
Depois de ganhar a posição de titular com as seguidas atuações ruins de Diogo Silva, o goleiro Michel Alves seguiu a linha de Pedro Ken para analisar a derrota do Vasco. O jogador acredita que o início de jogo ruim foi fundamental para o resultado ruim, já que o time carioca não merecia o revés pelo o que foi apresentado na etapa complementar.

“Pagamos pelo início do primeiro tempo. Temos que agradecer o apoio do torcedor que veio para cá. Pelo segundo tempo que fizemos, não merecíamos esse resultado. O caminho é esse. Fica aquele gosto amargo, mas te dá uma perspectiva melhor para o restante do trabalho”, concluiu o goleiro vascaíno.

Em busca de sua recuperação na Série A do Campeonato Brasileiro, o Vasco encara o Bahia no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), na Arena Fonte Nova. Antes do compromisso em Salvador, no entanto, a equipe carioca entra em campo na quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), contra o Goiás, no Estádio Serra Dourada.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade