Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Verdão enfrenta Oeste para conter impaciência da torcida por acesso

William Correia São Paulo (SP)

Vaiado após a fraca atuação no 0 a 0 com o América-RN no sábado, no Pacaembu, o Palmeiras assumiu sua culpa pela situação. Nas contas da comissão técnica, faltam oito pontos para garantir a volta à primeira divisão nacional, e o time entendeu que precisa somá-los o quanto antes. Pensando assim, o líder com folga na Série B do Brasileiro enfrenta o Oeste, às 21h50 (de Brasília) desta terça-feira, em São José do Rio Preto.

Só a conquista dos três pontos pode coibir qualquer crítica à equipe. Apesar de iniciar a 26ª rodada na primeira posição com dez pontos e um jogo a mais em relação à segunda colocada Chapecoense e a 16 pontos do Sport, primeiro clube fora da zona de acesso, o Verdão entendeu que nem a atual sequência invicta de oito partidas é suficiente para ter paz.

“Temos culpa nessa impaciência pelo que temos feito na Série B, se destacando desde o início. Por isso precisamos sentir o lado do torcedor, respeitar e viver jogo a jogo. Já já chega a hora de comemorar”, comentou Márcio Araújo, em busca de formas para lidar com a inevitável contagem regressiva para o acesso.

“Quando vai chegando perto o final da competição, vai gerando uma ansiedade muito grande na torcida para conseguir o quanto antes a presença na primeira divisão. Não podemos nos deixar contagiar com isso, e também não podemos ficar muito tranquilos. Temos que encontrar um meio-termo nesta reta final como motivação”, indicou Fernando Prass, a 13 jogos do fim da participação na Série B.

Para não adiar a volta à elite, Gilson Kleina deve manter o esquema com três atacantes, até como solução para seus desfalques. Nesta terça-feira, o meia Mendieta cumprirá o último jogo da suspensão imposta pelo STJD e o lateral direito Luis Felipe, com dores nas duas canelas, se junta ao goleiro Bruno, ao zagueiro Tiago Alves e ao meia-atacante Ronny entre os vetados pelo departamento médico.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Fernando Prass recomenda que a equipe encontre um meio-termo para não se empolgar nem se acomodar
As novidades entre os titulares são o volante Wesley, que volta de gancho retomando a vaga que foi de Charles no fim de semana, e o também meio-campista Wendel, mais uma vez escalado na lateral direita. Na frente, a aposta continua na armação de Valdivia para o trio Leandro, Vinicius e Alan Kardec.

Os atletas estão preparados para encarar obstáculos maiores do que no 4 a 0 imposto sobre o mesmo adversário no primeiro turno, em Presidente Prudente. “O segundo turno é sempre mais difícil porque as equipes estão mais estruturadas e encaixadas”, indicou Márcio Araújo, reforçando o alerta.

“Nossa concentração está mantida, o que faltou contra o América-RN foi o gol. E teremos ainda mais dificuldade nesta terça-feira. O Oeste tem feito uma bela campanha que ninguém esperava, já que está em seu primeiro ano na Série B. O time deles é arrumadinho”, apontou.

O clube de Itápolis atuará em São José do Rio Preto esperando uma arrecadação maior com a bilheteria, mas também disposto a tirar pontos do favorito na Série B. Os comandados de Ivan Baitello só perderam um de seus sete últimos jogos, mas vêm de uma derrota e dois empates, voltando a se aproximar da zona de rebaixamento, embora ainda a cinco pontos da faixa que define novos integrantes da Série C.

Em campo, o técnico não poderá contar com o volante João Denoni, o meia Diego Souza e o meia-atacante Emerson, emprestados pelo Palmeiras com uma cláusula que os impedem de enfrentar o clube, além do lateral esquerdo César Gaúcho, suspenso por ter sido expulso no empate com o São Caetano.

Ivan Baitello, contudo, passa a ter mais opções para escalar a equipe. Voltam a ficar à disposição os volantes Adriano Alves e Fernandes, que não enfrentaram o Azulão por terem vínculo com o clube do ABC, o meia Marcos Paraná, recuperado de lesão, e o atacante Pablo, já livre de suspensão.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
OESTE X PALMEIRAS

Local: estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto (SP)
Data: 1º de outubro de 2013, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Assistentes: Ricardo Pavanelli Lanutto e Gustavo Rodrigues de Oliveira (ambos de SP)

OESTE: Fernando Leal; Ligger, Adriano Alves e Dezinho; Eric, Everton Dias, Fernandes, Marcos Paraná e Piauí; Jheimy e Lelê (Pablo)
Técnico: Ivan Baitello

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Valdivia; Leandro, Vinicius e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade