Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Wesley quer atenção máxima para evitar “fumaça” no Palmeiras

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O elenco do Palmeiras aprendeu na eliminação diante do Atlético-PR, na Copa do Brasil, que qualquer derrota pode gerar grandes problemas no clube. Por isso, o volante Wesley alerta que a equipe não pode se deixar acomodar pela boa fase na Série B, já que necessita de regularidade até o fim da competição.

“Se não continuarmos ganhando, há muitas coisas que podem ser afetadas. Sabemos da competitividade dos jogos e temos sempre de dar o máximo. Não podemos deixar a peteca cair, porque aqui, se você der brecha, pode ter fumaça”, afirmou.

Apesar dos cuidados de Wesley, o Palmeiras atravessa situação tranquila na Série B, pois ocupa a liderança isolada, com 48 pontos, cinco de vantagem sobre a segunda colocada Chapecoense.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Wesley sabe que o momento do Palmeiras é tranquilo, mas avisa que time tem de manter atenção

O cenário é ainda mais confortável em relação ao G-4, pois a distância do Verdão para o quinto colocado, América-MG, é de 15 pontos. O próximo jogo na competição é justamente contra a equipe mineira, no sábado, no estádio Independência, com a meta palmeirense de aumentar a vantagem sobre o oponente.

“Aqui, temos de matar um leão por dia, não podemos parar, porque sabemos da cobrança e de onde o Palmeiras tem de estar. De hoje até o fim do ano, ficamos ligados nos 220, para não deixarmos uma surpresa acontecer. Depois, pode ficar todo mundo tranquilo”, completou o volante.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade