Palmeiras/Bastidores - ( - Atualizado )

Busto para ex-goleiro Oberdan no Palmeiras é questão de tempo

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

O ex-goleiro Oberdan Cattani finalmente ganhará um busto da Sociedade Esportiva Palmeiras. O Conselho de Orientação e Fiscalização do clube (COF) deve aprovar a homenagem ao veterano de 94 anos em sua próxima reunião, marcada para o dia 30 de setembro.

Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, já deu o aval para a construção do busto para Oberdan. O assunto foi citado na última reunião do COF, mas a votação ficou para o próximo encontro do órgão, formado por 19 membros – a decisão será por maioria simples.

“Está perto. Acho que não vai haver negativa alguma em relação a isso”, confirmou Alberto Strufaldi, presidente do COF, em entrevista à Gazeta Esportiva. Especialistas consultados pela reportagem garantem que não é necessário realizar uma nova votação no Conselho Deliberativo, mas isso pode acontecer, o que em tese não ameaçaria a aprovação da proposta.

Último remanescente da Arrancada Heroica de 1942, jogo que marcou a mudança de nome de Palestra Itália para Palmeiras há exatos 71 anos, Oberdan iniciou a tradição de os goleiros do clube jogarem de azul, forma encontrada para homenagear a Itália. De 1941 a 1954, foi tetracampeão paulista (1942, 1944, 1947 e 1950), ganhou o Rio-São Paulo-1951 e a Copa Rio-1951.

Atual conselheiro, Oberdan ainda fala com raiva de sua saída da agremiação e culpa o então presidente Paschoal Walter Byron Giuliano. Ele encerrou a carreira no Juventus e chegou a enfrentar o ex-time, o que acabou usado como justificativa para descartar o busto, mas não há nada a respeito no estatuto do clube, tanto que Ademir da Guia, homenageado com uma estátua, jogou contra o Palmeiras em 1960, pelo Bangu.

No começo de setembro, acompanhado por Paulo Nobre, Oberdan visitou a Academia de Futebol. Aplaudido pelos jogadores atuais, ele ganhou uma camiseta com seu nome de Fernando Prass. O ex-goleiro ainda não foi comunicado que a construção da estátua já é praticamente uma certeza.

“O busto poderia ter sido feito há muito tempo, mas você sabe como é a política. Fui feliz durante minha passagem pelo Juventus. Joguei bem, principalmente contra o Palmeiras, e calei a boca do diretor que me dispensou”, disse Oberdan em matéria publicada pela Gazeta Esportiva em dezembro de 2012.

Acervo/Gazeta Press
Ex-goleiro Oberdan Cattani entre Junqueira (à esq.) e Oswaldo nos tempos em que defendia o Palmeiras
Junqueira, Waldemar Fiúme e Ademir da Guia já contam com bustos nas alamedas do Palmeiras. Em 2014, ano do centenário do clube, Marcos e, provavelmente, Oberdan Cattani ganharão suas estátuas, o que faz os torcedores sonharem com uma inauguração conjunta das peças, embora o veterano tenha diferenças com seu sucessor.

“Isso seria o ápice: reunir todas as gerações no ano do centenário. O Oberdan representando o Palestra Itália, enquanto o Marcos simbolizaria o Palmeiras”, vislumbra o jornalista e escritor Fernando Galuppo, co-autor de um dos requerimentos para solicitar a homenagem ao antigo ex-goleiro no clube.

Leia Mais:
Ademir da Guia já enfrentou o Palmeiras (11/12/2012)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade