Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Abaixo na hierarquia, Walter supera Danilo Fernandes após um jogo

Helder Júnior São Paulo (SP)

Walter precisou de apenas uma partida como goleiro do Corinthians para ganhar a confiança de Tite. Após substituir o lesionado Cássio e demonstrar segurança na vitória por 1 a 0 sobre o Criciúma, na noite de sábado, o jogador vindo do União Barbarense superou o prata da casa Danilo Fernandes na preferência do treinador. Será titular no jogo decisivo com o Grêmio, na quarta-feira, quando será definido um semifinalista da Copa do Brasil.

“Se eu tivesse que optar pela hierarquia, o escolhido seria o Danilo. Mas a oportunidade de jogar caiu na mão do Walter em um jogo extremamente importante, em que ele foi muito bem. A margem de erro era zero, e ele angariou a confiança do grupo e do técnico. Conquistou a sua chance de jogar. Nada mais lógico do que mantê-lo no time”, justificou Tite.

Walter estava no banco de reservas contra o Criciúma em função do rodízio promovido pelo comandante corintiano entre os seus goleiros reservas. Teoricamente, Danilo Fernandes era o predileto quando Cássio estivesse fora de combate – o também prata da casa Julio Cesar, titular na conquista do Campeonato Brasileiro de 2011, parece ter perdido definitivamente o seu espaço no clube do Parque São Jorge.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Walter mostrou segurança quando substituiu o lesionado Cássio e será titular contra o Grêmio
Para não magoar Danilo, Tite fez questão de explicar pessoalmente a escolha por Walter. “Falei na frente dos dois. Quis o destino que o Walter fosse muito bem na oportunidade que teve. Foi escalado pelo momento”, repetiu o técnico, que não se deixou influenciar pelo bom retrospecto do sósia de Cássio em cobranças de pênalti – o confronto com o Grêmio será decidido dessa forma caso haja novo empate por 0 a 0. “Palavra de honra que não foi por isso.”

Alheio à disputa por sua posição, Cássio não tem previsão de retorno aos gramados – provavelmente só voltará a ficar à disposição de Tite na próxima temporada. O departamento médico do clube divulgou nesta terça-feira que o goleiro sofreu uma distensão muscular de grau dois na coxa direita e evitou fazer prognósticos para a recuperação.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade