Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Aborrecido, Oswaldo critica calendário e cita cansaço do elenco

Rio de Janeiro (RJ)

O treinador do Botafogo, Oswaldo de Oliveira, não saiu nada satisfeito de campo na noite deste domingo após o empate com o Vasco em 2 a 2. Isto porque o time da Estrela Solitária abriu 2 a 0 ainda no primeiro tempo e perdeu muitas chances, como explicou o técnico.

“Fomos melhores que o Vasco. Quando estava 2 a 0 podíamos ter matado o jogo, quando estava 2 a 1, poderíamos ter ampliado. E no 2 a 2 mesma coisa. Isso me aborreceu. Não saio satisfeito porque temos alertado os jogadores para as jogadas de bolas paradas nos treinos”, declarou.

A polêmica escolha de escalar o time reserva no clássico, correndo o risco de perder pontos importantes para a disputa de um lugar no G-4, foi justificada como uma medida necessária.

“Precisávamos quebrar essa sequência de jogos desse jogadores estão jogando sempre. É racional, é só olhar. Todos deveriam esperar que tomássemos essa atitude. É impossível que uma equipe produza durante 90 minutos, jogando 29 vezes consecutivas, a mesma coisa sempre, sem uma instabilidade física e técnica”, completou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade