Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Ademilson pondera empate contra Cruzeiro: “Não é tão ruim”

São Paulo (SP)

Em busca de evitar rebaixamento para segunda divisão do Campeonato Brasileiro, o São Paulo tem confronto importante com líder Cruzeiro, nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no Mineirão. Provável titular no ataque da equipe tricolor, o atacante Ademilson ressaltou a importância de uma vitória contra o clube mineiro, mas não lamentou possível empate fora de casa.

“Não sei se o empate é bom. Estamos indo para ganhar, mas se terminarmos o jogo em igualdade no placar, não será uma coisa tão ruim. Somos grandes e queremos vencer, mas o empate não é ruim”, afirmou.

Após triunfar por 3 a 2 sobre o Vitória, no último sábado, o São Paulo chegou aos 30 pontos, ultrapassou o Vasco (29 pontos) e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, aparecendo na 16ª colocação. O Cruzeiro, por sua vez, está invicto há 12 jogos e lidera a competição nacional, com 59 pontos. Dentro de casa, o clube mineiro soma 11 vitórias e dois empates.

No embate desta quarta-feira, o treinador Muricy Ramalho não contará com o goleiro Rogério Ceni, que recebeu seu terceiro cartão amarelo diante do Vitória e cumprirá suspensão automática. Denis está confirmado como substituto do camisa 1, que seguirá com o grupo para Minas Gerais mesmo sem poder entrar em campo.

“Não há nem o que falar sobre o Rogério. Ele está fora e mesmo assim vai lá com a gente. Tenho certeza de que isso nos ajudará e dará grande motivação”, completou Ademilson, que deve formar dupla de ataque com Aloísio ou Osvaldo. “Todo jogo dá um frio na barriga. É uma sensação boa e gosta. Ainda não sei se vou jogar, mas, se acontecer, não há momento para escolher. Na situação que estamos, isso não é possível. O mais importante é vencer, não é nem jogar bem”, encerrou.

Além de Rogério Ceni, o centroavante Luis Fabiano é desfalque certo contra o Cruzeiro. O centroavante realizou ressonância magnética nesta segunda-feira e foi detectado com contratura no músculo posterior da coxa esquerdo. O zagueiro Rafael Toloi e o volante Denilson, também com problemas físicos, são outros que não jogam.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade