Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Ainda acreditando no G-4, Figueirense visita a vice-líder Chapecoense

Chapecó (SC)

Após passar boa parte da Série B lutando por uma vaga na zona de acesso à primeira divisão, o Figueirense entrou em queda livre e se distanciou dos quatro primeiros colocados. Às 19h30 (de Brasília) desta terça-feira, a equipe joga uma de suas últimas fichas contra a vice-líder Chapecoense, na Arena Condá, em partida atrasada da 23ª rodada da segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Com 45 pontos e na décima colocação, o Figueira ficará a apenas dois pontos do G-4. Um tropeço, no entanto, complica a situação do time para a reta final da competição. Mesmo com a derrota para o Joinville, no sábado, o técnico Vinícius Eutrópio garante que o objetivo da equipe ainda é terminar o campeonato entre os quatro primeiros.

Divulgação/Figueirense
Ainda acreditanto no G-4, Eutrópio vê jogo contra a Chape como "decisão" (Foto: Luiz Henrique)
“Nosso plano continua sendo o acesso, vamos até o fim. Enquanto tivermos chances matemáticas, vamos lutar. Estamos a cinco pontos do G-4 e temos duas decisões em jogos dificílimos. Não abaixamos a cabeça”, diz o treinador. Na sequência, o Figueirense tem pela frente o Icasa, outro time na briga por uma vaga na primeira divisão.

Para isso, o Figueira terá que acabar com o estigma de ter saído derrotado em todos os confrontos com equipes de Santa Catarina nesta Série B. A fim de colocar fim à série negativa, Eutrópio terá apenas um desfalque certo: o atacante Ricardinho, suspenso. Com dores na panturrilha, Rodrigo Souto foi poupado dos treinamentos desta segunda e é dúvida. Caso não tenha condições de jogo, Rivaldo é opção.

Ciente de que o tabu apenas mais um motivo para o adversário partir para cima no duelo desta terça, o técnico Gilmar Dal Pozzo confessa que o empate é um bom resultado em Chapecó. Isto porque, além de segurar um adversário direto na briga pelo acesso, o Verdão não poderá contar com dois de seus principais jogadores: o artilheiro Bruno Rangel, suspenso, e o volante Diego Felipe, lesionado.

Divulgação
Bruno Rangel e Diego Felipe desfalcam a Chape (Foto: Aguante Comunicação)
 Sem esconder seus possíveis substitutos, o treinador se preocupa apenas em manter o desempenho mostrado pelo time até aqui com o pouco tempo de preparação para o jogo.

“Minha preocupação maior é não fazer nenhum treino, não mexer na estrutura da equipe. Em relação aos dois de fora e os que vão entrar, fico tranquilo. Tenho o Rodrigo Gral louco para entrar e fazer gol. Mais atrás, o Soares e o Potita. Vamos estudar bem a maneira do Figueirense jogar para encontrar a melhor formação e fazer um grande jogo”, afirma.

Arte GE.Net
               

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE X FIGUEIRENSE

Local: Arena índio Condá, em Chapecó (SC)
Data: 23 de outubro de 2013 (terça-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SC)
Assistentes: Eberval Lodetti e Fernanda Colombo Uliana (ambos de SC)

CHAPECOENSE: Nivaldo; Murilo, Rafael Lima, Tiago Saletti e Fabinho Gaúcho; Wanderson, Paulinho Dias, Potita (Soares) e Athos; Tiago Luis e Rodrigo Gral
Técnico:Gilmar Dal Pozzo

FIGUEIRENSE: Tiago Volpi; Thiego, Nirley, Wellington Saci e William; Paulo Roberto, Rodrigo, Maylson e Rodrigo Souto (Rivaldo); Pablo e Éverton Santos
Técnico: Vinicius Eutrópio

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade