Futebol/Bastidores - ( )

Ainda sem jogar a toalha, Oswaldo vê briga por título mais longe

Rio de Janeiro (RJ)

Com o sonho de conquistar o título do Campeonato Brasileiro – mesmo com o bom desempenho do líder Cruzeiro -, o Botafogo sofreu um duro golpe nesta quinta-feira, quando foi derrotado, por 1 a 0, pelo Vitória no Estádio do Barradão. O abatimento ficou evidente entre os jogadores logo após o apito final, e Oswaldo de Oliveira confirmou a ‘troca de prioridades’.

Cruzeiro, Grêmio e Atlético-PR venceram na rodada, deixando o Botafogo na quarta colocação do Campeonato Brasileiro. Além da queda na tabela, a diferença para o líder celeste também aumentou. Com nove jogos restantes, o time de General Severiano precisaria tirar treze pontos para chegar ao topo. A preocupação, portanto, passa a ser o G-4.

“Precisamos pensar naquilo que está mais próximo e o que está o mais perto para nós é permanecer no G-4. Mas é lógico que a gente mantem todos os objetivos até o final do campeonato. Não podemos nos afastar de nada nesse momento, pois tudo ainda está para ser definido”, avaliou o treinador Oswaldo de Oliveira.

A derrota desta quinta-feira também pode representar uma ameaça para o Botafogo com relação a disputa por uma vaga na Libertadores. Antes em situação bastante confortável, o Glorioso viu o Vitória e o Goiás ficarem a seis pontos de diferenças, o que torna os próximos jogos fundamentais na luta entre os líderes.

Na próxima rodada, o time de Oswaldo de Oliveira enfrenta um adversário que está na zona de rebaixamento, mas não deve ter vida fácil. Neste domingo, ás 18h30 (de Brasília), no Maracanã, o Botafogo faz o clássico carioca diante do desesperado Vasco, em um duelo no qual a vitória passou a ser essencial para os dois lados.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade