Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Após derrota de virada para a Ponte Preta, Vasco não joga a toalha

Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco tinha tudo para vencer a partida da tarde do último domingo contra a Ponte Preta. O Cruzmaltino recebeu de presente um gol contra de Diego Sacoman, ficou com um homem a mais em campo e viu o adversário se desestabilizar após a expulsão do capitão William. Apesar disso, o Vasco não conseguiu segurar o resultado e acabou sendo derrotado por 2 a 1.

O resultado ruim complicou a situação do Vasco na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. A equipe ficou com 33 pontos e caiu para a 18ª colocação, porque a Ponte alcançou a mesma pontuação, mas tem uma vitória a mais. Contudo, os jogadores do time carioca não jogaram a toalha e ainda acreditam na volta por cima.

“Eram oito decisões. Agora são sete. Infelizmente não conseguimos pontuar. Não vamos desistir. Temos mais sete jogos. Vamos com tudo. Precisamos ter calma neste momento. Vamos conversar durante a semana para arrumar as coisas”, afirmou o goleiro Alessandro, destaque na partida com boa defesas e uma falha.

O técnico Dorival Júnior é mais cauteloso quanto o assunto é motivação. “Vamos ver, vamos sentir primeiro. É difícil sair de um jogo como o de quinta (vitória do Vasco por 3 a 2 sobre o Goiás na Copa do Brasil), quando houve uma postura completamente diferente, para essa situação.

Na próxima rodada, o time cruzmaltino tem outro confronto direto na briga contra o rebaixamento. O time enfrente o Coritiba no sábado, às 19h30 (de Brasília), no estádio Moacyrzão. O time carioca não atuará em São Januário devido à punição do STJD pelo confronto entre corinthianos e vascaínos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade