Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Após euforia, Flamengo não faz contas e pensa jogo a jogo

Gazeta Press Rio de Janeiro (SP)

Com a vitória de 2 a 0 sobre o Coritiba, que quebrou um tabu de 15 anos sem vencer o adversário no Paraná, o Flamengo chegou aos 33 pontos e se distanciou da zona de rebaixamento. Os rivais, porém, lembram que ainda existe o risco de queda, enquanto que os torcedores mais otimistas projetam até mesmo a vaga na Libertadores, uma vez que a distância para o G-4, a zona de classificação para a competição continental, caiu para oito pontos. Porém, na visão do elenco rubro-negro, o mais importante para continuar com o bom momento é pensar jogo a jogo.

“Não podemos fazer as contas para nada no Campeonato Brasileiro, pois se trata de uma competição em que as coisas mudam de uma hora para a outra. Muitos times que estão na parte de baixo da tabela podem pegar embalo e subir com uma sequência de jogos, enquanto que outros podem cair um pouco e até brigar contra a queda. Isso tudo mexe com a numeração estimada, portanto, o ideal é pensarmos jogo a jogo”, receitou o lateral-direito Leonardo Moura.

Divulgação/Flamengo
Após vitória sobre o Coxa, missão flamenguista é a de conter os ânimos na Gávea e manter o foco
O volante Luiz Antonio pensa de forma parecida. “Não dá muito para fazer projeções no Campeonato Brasileiro e o segredo para se dar bem neste tipo de competição é pensar jogo a jogo, partida a partida, ponto a ponto. Muitas vezes um time que está pressionado ganha dois ou três jogos e melhora. Estamos passando por isso agora. Porém, não podemos vacilar, pois duas derrotas seguidas farão as cobranças todas voltarem”, alertou.

Se o Flamengo pensa sempre no próximo jogo, o foco agora é o arquirrival, o Vasco, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), em Brasília (DF), pela 26ª rodada. O elenco, que desembarcou no Rio de Janeiro no início da tarde desta quinta-feira, foi liberado para, em seguida, reapresentar-se apenas nesta sexta pela manhã, quando acontece um treino no Ninho do Urubu. O Vasco teve que mandar o jogo fora da capital pois foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta do mau comportamento de sua torcida.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade