Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Após outro tropeço, Atlético-GO demite o técnico PC Gusmão

Goiânia (GO)

Após o empate sem gols com a Chapecoense, na noite desta sexta-feira, a diretoria do Atlético-GO se reuniu no Serra Dourada e resolveu demitir o técnico PC Gusmão. O time não vence há três jogos e está muito ameaçado de rebaixamento no Campeonato Brasileiro Série B.

“Conversei com o PC (Gusmão) e o comuniquei que precisamos fazer essa troca de comando. Restam sete jogos apenas, e esse será nosso último suspiro, uma última cartada para tentarmos sair dessa situação complicada na qual nos encontramos”, explicou o diretor de futebol Adson Batista.

Divulgação/C. Atlético Goianiense
PC Gusmão (à direita) não resistiu a outro tropeço na Série B e acabou sendo demitido (foto: Guilherme Gonçalves)
De acordo com a assessoria de imprensa do clube rubro-negro, a decisão foi tomada depois de encontro entre o presidente Valdivino de Oliveira, o vice Jovair Arantes e o próprio Adson Batista. Ainda não há um nome especulado para substituir o treinador, que teve uma breve passagem atleticana.

Na sua terceira vez comandando o time, PC Gusmão somou quatro vitórias, sete empates e sete derrotas, com 35% de aproveitamento dos pontos disputados. A igualdade por 0 a 0 com a Chape, em Goiânia, foi a gota d’água para a cúpula e os torcedores do Dragão.

Na 17ª colocação da competição nacional, com 32 pontos – três a menos do que o ABC, primeiro fora da zona de degola –, o Atlético-GO voltará a campo na próxima sexta, recebendo o Ceará, pela 33ª rodada. A equipe deverá ser dirigida pelo auxiliar Coutinho, das categorias de base do clube.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade