Futebol/Liga dos Campeões - ( - Atualizado )

City supera campo ruim, vira sobre CSKA e mantém 2º lugar no Grupo D

Moscou (Rússia)

O Manchester City superou o gramado irregular da Arena Khimki e, sem precisar apresentar o melhor de seu futebol, venceu o CSKA por 2 a 1, de virada, em partida válida pelo Grupo D da Liga dos Campeões. Os russos saíram na frente com Tosic, aos 31 minutos da primeira etapa. Também no primeiro tempo, com dois de Aguero, aos 33 e aos 42, os ingleses viraram.

O resultado deixou o City isolado na vice-liderança do grupo, com seis pontos. O CSKA permaneceu em terceiro, ainda com três pontos somados.

As duas equipes voltam a se enfrentar dia 5 de novembro, em jogo válido pelo segundo turno do grupo, que será disputado no Etihad Stadium, em Manchester.

O jogo - A primeira boa chance da partida foi criada aos três minutos. David Silva cobrou escanteio pela esquerda, Aguero desviou de cabeça e Yaya Touré, livre de marcação, não conseguiu alcançar a bola, desperdiçando a oportunidade de abrir o placar para o City.

AFP
O argentino Sergio Aguero marcou os dois gols que garantiram a vitória ao City (foto: Alexander Nemenov)
Com menos volume de jogo, o CSKA abriu o placar em um lance de improviso, aos 31 minutos. Pressionado, Akinfeev transformou um chutão para frente em lançamento, Honda desviou de cabeça para Tosic, que encobriu o goleiro Hart.

A resposta do City veio no lance seguinte. Aos 33, David Silva recebeu de Kolarov pela esquerda, avançou e cruzou para a área. Aguero ganhou a dividida com a defesa do CSKA e tocou na saída de Akinfeev, empatando a partida.

As persistentes jogadas aéreas do City finalmente funcionaram aos 42. David Silva tocou curto para Negredo, que cruzou de trivela para Aguero. O argentino se antecipou à marcação e à saída do goleiro adversário e, de cabeça, virou a partida para os visitantes.

O City chegou ao terceiro gol aos três minutos do segundo tempo, mas o juiz anulou o lance. Navas recebeu passe de letra do argentino Zabaleta e cruzou para Negredo, que, com a ajuda do braço esquerdo, finalizou a jogada.

AFP
Equipe do japonês Honda  encontrou dificuldades para criar chances de gol contra o City (foto: Alexander Nemenov)
Aos 35 minutos, o CSKA também teve um gol anulado. Honda cobrou falta na área, Yaya Touré disputou a bola de cabeça e, no rebote, Musa mandou para o fundo das redes. O juiz invalidou o lance para marcar pé alto do jogador do CSKA no volante do City.

O CSKA teve a chance de empatar as 48 minutos. A defesa do City rebateu cruzamento e a bola sobrou nos pés de Honda, que estava frente a frente com Hart. Mas o japonês acertou o chute em cima do goleiro inglês, para lamentação dos torcedores russos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade