Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Com aval de Ceni, Aloísio encerra má fase do São Paulo em pênaltis

Caxias do Sul (RS)

O atacante Aloísio assumiu a condição de batedor de pênaltis do São Paulo, na tarde deste domingo, e encerrou a péssima fase do clube nas cobranças, convertendo as duas chances que teve, além de ter balançado as redes também com a bola rolando. Antigo responsável pelas jogadas, Rogério Ceni vinha de quatro erros seguidos e aceitou ceder sua chance ao colega.

“O Aloísio está impossível e fazendo gols. Na hora do pênalti, eu perguntei se ele queria bater e, como ele disse que sim, foi lá e cobrou. Eu nem corri para lá, e ele tem muito mérito”, afirmou o capitão são-paulino.

Antes da vitória por 3 a 2 sobre o Internacional, em Caxias do Sul, o goleiro falhou em quatro pênaltis consecutivos, contra Bayern de Munique, Criciúma, Portuguesa e Corinthians. Em meio à má fase do goleiro, Jadson chegou a assumir a responsabilidade contra o Flamengo, mas também perdeu.

Rubens Chiri/Site Oficial SPFC
Depois de quatro pênaltis perdidos por Ceni e um por Jadson, Aloísio converteu dois neste domingo
Com isso, coube a Aloísio acabar com o jejum em pênaltis. O atacante abriu o placar logo no início do jogo, depois de receber em posição irregular para bater para as redes. Pouco depois, o Inter empatou. Porém, ainda no primeiro tempo, o árbitro marcou pênalti de João Afonso sobre Ademilson. Sem se intimidar, Aloísio chutou forte, no canto direito de Muriel, que não teve chance.

Na etapa final, depois de novo empate do Colorado, o atacante bateu mais uma vez um pênalti com força para marcar o terceiro do São Paulo. “As coisas estão melhorando. Eu fico feliz pelos gols. Vamos continuar trabalhando, porque foi só um passo a mais que nós demos”, festejou o atleta.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade