Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Com crise de goleiros, Dorival sofre para achar titular da posição

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Desespero. Assim é a definição do sentimento do técnico do Vasco, Dorival Júnior, em relação ao seu goleiro. Isso porque o treinador ainda não conseguiu definir um titular para a posição, já que todos os testados falharam de maneira bizarra. No domingo foi a vez de Alessandro ser determinante na derrota de 2 a 1 para a Ponte Preta. O arqueiro aceitou dois chutes de fora da área, sendo que no segundo a bola passou por debaixo de seu corpo.

Antes dele, Dorival já havia escalado Diogo Silva, o que mais teve oportunidades com o treinador. O jogador, porém, foi determinante nas derrotas de 3 a 2 para Criciúma e 2 a 0 para São Paulo, além de ter "impedido" a vitória sobre o Botafogo, falhando nos dois gols dos alvinegros no duelo que terminou empatado por 2 a 2. Michel Alves, que também ganhou oportunidades, errou na goleada de 5 a 1 para o São Paulo e na derrota de 5 a 3 para o Internacional.

Desesperado com a situação, Dorival já estuda dar uma oportunidade para o jovem Jordi, revelado nas categorias de base do clube. O treinador, porém, evita demonstrar que vive uma crise no setor.

- Não vou ficar procurando culpados, pois isso neste momento só vai servir de muleta. Precisamos jogar mais. Aqui, todos ganham e todos perdem - afirmou Dorival ao ser perguntado sobre as falhas de Alessandro.

Já o goleiro reconheceu o erro contra a Macaca. ‘’A bola era defensável’’ disse Alessandro ao analisar o segundo gol da Ponte.

Como o elenco ganhou folga nesta segunda-feira, a situação dos goleiros só começará a ser definida a partir do treino previsto para esta terça-feira pela manhã, quando o elenco se reapresenta. O próximo compromisso pelo Brasileirão será sábado, às 19h30(de Brasília), quando o time enfrenta o Coritiba no Estádio Cláudio Moaçyr, em Macaé (RJ), pela 32ª rodada.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade