Futebol/Campeonato Inglês - ( - Atualizado )

Com gols de Oscar e Willian, Chelsea vence Norwich fora de casa

Londres (Inglaterra)

Após empatar por 1 a 1 com o Tottenham Hotspur no último final de semana, o Chelsea retomou o caminho das vitórias no Campeonato Inglês desta temporada. Neste domingo, o time londrino não se intimidou com a torcida adversária e contou com participação brasileira para triunfar por 3 a 1 sobre o Norwich City, no estádio Carrow Road, em partida válida pela sétima rodada do torneio nacional.

Com este resultado, o clube da capital inglesa chegou aos 14 pontos e subiu para terceira colocação na tabela de classificação, entrando na zona de classificação para próxima edição da Liga dos Campeões da Europa. O Liverpool, com 16 pontos, lidera a competição. O Norwich, por sua vez, caiu para 16ª posição, com sete pontos.

O Chelsea volta a entrar em campo pelo Campeonato Inglês no próximo sábado, às 11 horas (de Brasília), quando mede forças com Cardiff, no Stamford Bridge. No mesmo dia e horário, o Norwich atua como visitante diante do Arsenal, no Emirates Stadium.

AFP
Contratado junto ao Anzhi Makhachkala em agosto deste ano, Willian marcou seu primeiro gol pelo time inglês

O jogo: Embalado pela goleada por 4 a 0 sobre o Steaua Bucareste (Romênia), na última terça-feira, em partida válida pela Liga dos Campeões da Europa, o Chelsea entrou em campo para enfrentar o Norwich com três brasileiros entre seus titulares: David Luiz, Ramires e Oscar. No setor ofensivo, o senegalês Demba Ba superou concorrência do camaronês Samuel Eto’o e ganhou oportunidade de começar jogando.

Atuando no habitual 4-2-3-1, o time comandado por José Mourinho controlou as ações ofensivas no início do embate e não demorou a abrir o placar. Aos três minutos, Oscar recebeu passe de Demba Ba dentro da área e, de primeira, deslocou o goleiro John Rudd para marcar seu terceiro gol nesta edição do torneio nacional.

Além de balançar as redes, o camisa 11 brasileiro era o principal criador de lances no meio-campo do Chelsea. Outra opção bastante utilizada pela equipe londrina eram lançamentos longos ao atacante senegalês, que teve êxinto na velocidade contra a zaga adversária na maioria das oportunidades. Em uma delas, inclusive, Demba Ba quase ampliou a vantagem no placar, mas teve arremate defendido por Ruddy, aos 13 minutos.

Depois de dominar o rival em boa parte do primeiro tempo, o time visitante não conseguiu manter o rendimento nos minutos finais da etapa inicial. Pressionada, a equipe treinada por Mourinho ficou acuada no campo defensivo, mas soube encaixar bom sistema de marcação e proporcionou poucas chances de gol ao adversário.

Na etapa complementar, o Norwich seguiu buscando reação e equilibrou ainda mais as ações do confronto. Em jogada polêmica, aos dez minutos, o atacante holandês Ricky van Wolfswinkel caiu dentro da grande área após ser desarmado por John Terry e pediu pênalti. No entanto, o árbitro Neil Swarbrick mandou a jogada seguir.

Do outro lado, o Chelsea encontrava grandes dificuldades para criar boas oportunidades e superar o sistema defensivo adversário. E, aos 22 minutos, o Norwich foi recompensado por seu desempenho. Van Wolfswinkel recebeu cruzamento de Olsson vindo do lado esquerdo e, de cabeça, ajeitou para Pilkington. O meio-campista irlandês superou David Luiz e tocou para o gol, empatando o placar no Carrow Road.

Insatisfeito com o resultado, Mourinho promoveu as entradas de Samuel Eto’o, Eden Hazard e Willian nas vagas de Demba Ba, Ashley Cole e Juan Mata, respectivamente. As alterações realizadas pelo treinador português deram resultado e, aos 39 minutos, o meio-campista belga recolocou o Chelsea em vantagem. Um minuto mais tarde, Willian acertou chute no ângulo e deu números finais ao jogo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade