Futebol/Liga dos Campeões da Europa - ( - Atualizado )

Com Vitinho apenas no fim, CSKA vira sobre Viktoria Plzen e se recupera

São Petesburgo (Rússia)

Titular na estreia do CSKA Moscou na Liga dos Campeões da Europa, há duas semanas, contra o Bayern de Munique, na Alemanha, o ex-botafoguense Vitinho tinha a esperança de repetir a dose nesta quarta-feira, no duelo contra o Viktoria Plzen, pela 2ª rodada da competição continental. No entanto, passou a maior parte do confronto no banco de reservas e só entrou aos 43 minutos do segundo tempo. De consolo, pelo menos, veio a vitória da equipe russa por 3 a 2, de virada, e a recuperação no Grupo D da Uefa Champions League.

Disputado no Estádio Petrovsky, em São Petesburgo, o jogo foi muito movimentado. Derrotadas na primeira rodada, as duas equipes buscavam somar seus primeiros pontos na Liga dos Campeões. E o primeiro gol não demorou para aparecer. Logo aos três minutos, Rajtoral aproveitou rebote de finalização de Petržela, e arrematou para o fundo das redes de Akinfeev, que tentou espalmar, mas não conseguiu evitar o tento dos tchecos no início da partida.

Nervoso, o CSKA não conseguia criar boas chances de gol e por pouco não viu o Viktoria Plzen ampliar em boas chegadas de Kolar e Bakos ainda antes dos 15 minutos. Somente um lance de sorte poderia salvar os russos. E ele aconteceu aos 18. Musa avançou com liberdade pela esquerda e tocou para Tosic, que meio sem jeito, finalizou para o gol. A bola desviou na zaga tcheca e enganou o arqueiro Kozacik, que a viu morrer no fundo de suas redes.

AFP
CSKA encontrou muitas dificuldades para bater o Viktoria Plzen, da República Tcheca, em São Petesburgo

O time russo, então, melhorou na partida e passou a se estabilizar no campo de ataque. A recompensa veio aos 28 minutos, quando o meia japonês Honda recebeu grande passe de Tosic e, completamente livre, virou o placar com um lindo toque de perna esquerda. O jogo seguiu equilibrado e, apesar de estar atrás no marcador, o Viktoria Plzen continuou a assustar o goleiro Akinfeev.

No segundo tempo, o CSKA levou muito perigo logo aos três minutos, com chute na trave de Musa, e começou a dominar o confronto. Os tchecos passaram a ter dificuldades para chegar ao ataque e foram castigados aos 32 minutos. Em um lance bizarro, o lateral Radim Rezník recuou para o goleiro Kozacik, que não dominou a bola, e a viu, novamente, morrer no fundo das redes.

Com a partida definida, Vitinho substituiu o nigeriano Musa aos 43 minutos e ainda viu o Viktoria Plzen diminuir o placar com Bakos aos 45. No último minuto, o jovem atacante brasileiro fez grande jogada pela esquerda, arrematou cruzado com força e por pouco não deixou sua marca, que foi evitada por grande defesa de Kozacik.

No fim, o 3 a 2 colocou o CSKA na terceira colocação do Grupo D com três pontos, e deixou o Viktoria Plzen na lanterna e em situação delicada, com duas derrotas em dois jogos. Na próxima rodada, os russos encaram o Manchester City, dentro de casa, enquanto os tchecos vão à Allianz Arena enfrentar o atual campeão, Bayern de Munique.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade