Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Contra o Bahia, Corinthians busca forças para reagir em grave crise

Marcos Guedes Mogi Mirim (SP)

A má fase do Corinthians se tornou péssima antes de tomar proporções de grave crise. Após oito partidas sem vitória, sendo a última uma goleada sofrida contra a Portuguesa, a equipe busca forças para reagir no confronto com o Bahia, às 21h50 (de Brasília), em Mogi Mirim.

A partida será no interior por causa da punição imposta ao clube do Parque São Jorge – pela briga entre torcidas em Brasília, no jogo contra o Vasco, serão quatro rodadas do Campeonato Brasileiro longe de São Paulo. A distância para o Pacaembu não será aceita como justificativa em caso de novo resultado negativo.

A última vitória do time alvinegro já completou um mês. É notório o abatimento de Tite, protegido especialmente por Emerson e Alessandro após o último fracasso, mas a diretoria repetiu diversas vezes que não pretende se desfazer do técnico com o qual ganhou tudo nos últimos anos.

“A gente sempre contou com o Tite. Não vai ser agora que vamos colocar o mau momento na conta dele. São os jogadores que têm que fazer algo diferente”, disse Alessandro, porta-voz do grupo mesmo como reserva. “Nessas horas, temos que dar a cara a tapa.”

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Tite orienta seus jogadores na tentativa de evitar a nona partida consecutiva sem vitória
A volta do Corinthians de Campo Grande, onde perdeu para a Portuguesa, foi relativamente tranquila, sem protestos dos torcedores no aeroporto. De qualquer maneira, o clube decidiu que seria melhor treinar já em Mogi na terça, em um clima diferente do CT e com menos jornalistas.

Na tentativa de deixar a sequência ruim para trás – o posto ocupado no início da rodada é o 13º, a seis pontos da zona de rebaixamento –, a equipe terá de se virar sem sua dupla de zaga titular, que foi muito mal em Mato Grosso do Sul. Suspensos, Gil e Paulo André darão lugar a Felipe e ao estreante Cleber.

Também haverá mudanças nos outros setores. Sem jogar desde 14 de agosto, Guilherme reaparece para voltar a fazer o que Ibson e Maldonado não conseguiram, uma boa dupla com Ralf. Danilo e Alexandre Pato também serão titulares, deixando Emerson e Romarinho no banco.

O adversário do Corinthians vive melhor momento no Brasileiro. Foram duas vitórias – sobre Internacional e Botafogo – e um empate nos últimos três jogos. Assim, o time tricolor chegou aos 32 pontos, um a mais do que o rival de quarta, e ganhou distância da zona da degola. A formação deve ser parecida com a que ficou no zero com o Vasco.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X MOGI MIRIM

Local: estádio Romildão, em Mogi Mirim (SP)
Data: 2 de outubro de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Fabiano da Silva Ramires (ES)

CORINTHIANS: Cássio; Edenílson, Felipe, Cleber e Alessandro; Ralf e Guilherme; Danilo, Douglas e Alexandre Pato; Guerrero
Técnico: Tite

BAHIA: Marcelo Lomba; Mádson, Lucas Fonseca, Titi e Raul; Feijão, Fabrício Lusa, Hélder e Marquinhos; William Barbio e Fernandão
Técnico: Cristóvão Borges

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade