Futebol - ( )

Corinthians se encontra com volta de Guilherme e marcação adiantada

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Sofrendo com Ibson e Maldonado, Tite não quis esperar muito por Guilherme. Mesmo sem jogar havia um mês e meio, com uma rara contusão na coxa corrigida com cirurgia, o volante foi escalado contra o Bahia, na última quarta, e cumpriu um papel importante na primeira vitória do Corinthians em nove partidas.

Melhor na marcação e na distribuição do que os jogadores que ocuparam o espaço em sua ausência, o camisa 19 fez crescer o meio de campo alvinegro. Superando a falta de ritmo, formou boa dupla com o cabeça de área Ralf, entendeu-se com o armador Danilo e ganhou elogios do comandante.

“O Guilherme estava muito bem ajustado ao time quando se machucou. O Ibson ainda não tinha muitos treinamentos quando entrou, e o Maldonado é primeiro volante. O Guilherme já tinha um entrosamento anterior. Por isso, era uma peça importante”, afirmou Tite.

Divulgação/Agência Corinthians
Guilherme foi bem também pelo alto, participando de cabeça do gol de Guerrero (foto: Rodrigo Coca)
A falta de ritmo se tornou um problema maior no segundo tempo. O campo do Romildão, em Mogi Mirim, é mais pesado do que o do Pacaembu, e a marcação adiantada do Corinthians – marca do time em seus melhores momentos, usada novamente no triunfo por 2 a 0 sobre o Bahia – também exigiu bastante.

Guilherme acabou pedindo para ser substituído. No entanto, quando deu lugar a Maldonado, sob muitos aplausos, a vitória já estava construída. “Tivemos agressividade para marcar, de forma leal. Se não dá para ficar, pede para sair. O Guilherme sentiu e pediu, mas foi uma peça importante”, elogiou o chefe.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade