Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Cuca aprova atuação do time e se envaidece com olheiro do Bayern

Belo Horizonte (MG)

Cuca fez uma boa avaliação do Atlético-MG no empate por 0 a 0 com o Corinthians, no estádio Independência. Ele julga ter deixado uma boa impressão em Heiner Gerhardts, o jornalista alemão que acompanhou o confronto a pedido do Bayern de Munique, possível adversário do time mineiro na decisão do Mundial.

“É bom. Se eles mandaram um olheiro, é sinal de que já estão pensando na gente”, envaideceu-se o treinador. “Não é difícil entender o Atlético-MG. A ideia que eles têm é a que todos têm: um time rápido, com uma saída rápida. Mas, quando você vai jogar, as coisas são diferentes.”

Mundial à parte, Cuca valorizou a atuação de seus jogadores, sobretudo por causa do grande número de desfalques. Havia baixas em todos os setores, e a equipe fez um jogo equilibrado contra o Corinthians, tendo a melhor chance com Diego Tardelli, que parou no goleiro Cássio.

Bruno Cantini/Divulgação
Alecsandro foi um dos reservas do Atlético-MG; ele substituiu Jô, a serviço da Seleção Brasileira
“O time foi muito mexido, e todos jogaram bem. Mesmo não tendo vencido, a gente fica feliz. Foi um jogo de muita pegada, de marcação forte. O Corinthians até teve a primeira chance, mas dominamos o jogo depois. Perdemos oportunidades claras”, comentou.

Voltando ao possível embate com o Bayern, o técnico repetiu que a melhor maneira de preparação é deixar o assunto de lado. “O que a gente tem que fazer é não pensar no dia do Mundial. O negócio é encarar jogo a jogo para chegar lá bem. E estamos jogando bem, nosso histórico recente é bom. Se Deus quiser, vamos acabar o ano bem.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade