Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Cuca destaca atuações de Fernandinho e Tardelli no clássico

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Jogando no Independência, o Atlético-MG conseguiu anular as principais peças ofensivas do Cruzeiro e agrediu o adversário durante todo o tempo, vencendo o maior clássico de Minas Gerais. Após a partida o técnico Cuca destacou o conjunto do Galo como fator fundamental da vitória, mas não escondeu a satisfação com as atuações individuais de Tardelli e Fernandinho.

O treinador atleticano definiu a contratação de Fernandinho como uma benção na vida do Galo. Segundo ele, o atleta que chegou para substitui Bernard manteve o mesmo nível das atuações do Atlético-MG. Cuca disse ainda que ele colaborou com o time já que consegue fazer várias funções dentro da partida.

"Fico feliz com os elogios do Fernandinho. Ele foi uma bênção que aconteceu. Na saída do Bernard, a vinda dele nos fez manter o mesmo nível de jogo. Mudou um pouco, porque ele tem um estilo completamente diferente. Sabe usar bem o corpo, joga vindo de trás e de centroavante, é um guerreiro”, disse.

Além de Fernandinho, Cuca também comentou sobre as atuações de Diego Tardelli, que com a lesão de Ronaldinho Gaúcho assumiu a condição de principal jogador do Galo e tem correspondido com grandes atuações. O nome do atleta tem sido, inclusive, ventilado na Seleção Brasileira.

"O Tardelli faz a diferença. Quando fizer um gol, ele vai fazer o segundo, terceiro. Ele tem que entender que não precisa de fazer gols para a gente sair de campo felizes. As atitudes que ele está tendo em campo, de voltar, compor, marcar, armar e conduzir a equipe são mais importantes que um gol. Perguntei para ele se era melhor fazer um gol ou receber os elogios do Tite e do Marcelo Oliveira, o olhar do Felipão, como tem acontecido. O gol é uma condição que não diminui todo o belo trabalho que ele vem fazendo", comentou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade