Futebol/Mundial de Clubes - ( - Atualizado )

Cuca mostra otimismo por R10 no Mundial, mas sem queimar etapas

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Em recuperação de uma grave lesão na coxa esquerda, o craque Ronaldinho Gaúcho corre o risco de ficar fora do Mundial de Clubes, mas o atleta tem mostrado evolução e já existe a possibilidade do retorno aos gramados ser abreviado. Na semana passada, o atleta já iniciou corridas em volta do campo da Cidade do Galo, animando a torcida e o técnico Cuca, que já cogita uma volta aos treinos com bola no mês de novembro.

“Cada vez mais temos uma possibilidade concreta de tê-lo no final do ano à disposição. Quem sabe até um pouco antes, em condições de treinar com bola no fim de novembro para que ele possa iniciar o Mundial não só em condições médicas, mas em boas condições físicas e técnicas”, disse Cuca.

Apesar de mostrar otimismo na recuperação de R10, o treinador do Galo teme um retorno precipitado, e a volta da lesão, por isso, Cuca deixa claro que o retorno às atividades normais será feito de forma gradativa, sem queimar etapas. Assim como a torcida e a comissão técnica, Ronaldinho mostra muita vontade de jogar o Mundial, o que tem colaborado para a recuperação.

“A gente espera que ele vá ao Mundial, mas é tudo gradativo, com calma. Foi dado um prazo de três meses e já está voltando com um. É natural, tem que recuperar a confiança para depois recuperar a forma física e a técnica. É um tempo que não podemos precipitar. Temos que ir pouco a pouco para não correr o risco”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade