Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

David Luiz lamenta desfalques, mas ressalta: “Temos 300 em condições”

Seul (Coreia do Sul)

Em bom momento e já trabalhando em preparação à Copa do Mundo de 2014, a Seleção Brasileira tem alguns desfalques importantes para os amistosos contra Coreia do Sul (dia 12) e Zâmbia (dia 15), na Ásia. O goleiro Júlio Cesar, com fratura no dedo médio da mão esquerda, o lateral direto Maicon, com problemas na coxa, e o zagueiro e capitão Thiago Silva, também com lesão muscular, sequer foram convocados para os compromissos deste mês. Com isto, caberá a David Luiz assumir a liderança da zaga verde e amarela nos jogos desta semana.

O zagueiro do Chelsea, aliás, desembarcou em Seul, capital sul-coreana, na madrugada  desta terça-feira (horário de Brasília) e comentou sobre as ausências no time comandado por Luiz Felipe Scolari. “A gente fica triste sempre que tem alguma lesão, os jogadores são nossos companheiros, nossos amigos, mas a Seleção não tem só 23 jogadores, e sim 300 que têm condições de estar aqui e representar bem”, afirmou, em entrevista à ESPN Brasil, antes de brincar com um jornalista que o questionou sobre como seria formar dupla de defesa com Dante: “é você que está escalando, já (risos)”.

Mowa Press
David Luiz assumirá a liderança da defesa brasileira nos amistosos desta semana
David Luiz ainda falou sobre a longa viagem até a Coreia do Sul. Alguns jogadores demoraram cerca de 30 horas entre aeroportos, conexões, e trajeto. O defensor, no entanto, minimizou os efeitos do cansaço e do fuso horário (12 horas em relação ao Brasil), e revelou que utilizou de um artifício para se preservar durante a viagem.

“Nossa vida é assim, viajando sempre; E nessa viagem em específico eu procurei ficar sempre dormindo, independente do horário. Foi isso o que eu tentei fazer, peguei até um remedinho do Ramires, a pílula sagrada, do descanso dele, e consegui descansar legal (risos)”, acrescentou.

Na tarde desta terça-feira (em Seul, madrugada no Brasil), os jogadores realizaram apenas uma atividade física na academia do Grand Hotel Hilton, onde a Seleção está hospedada. Inicialmente, o treinamento estava marcado para acontecer no KFA National Football Centre (a 60 km de onde a delegação está), mas, para evitar maior desgaste e preservar a condição física dos atletas, a programação foi modificada.

Apesar disto, os treinamentos dos dias 9 e 10 foram mantidos no complexo esportivo da Coreia do Sul, e os atletas irão para campo. Na sexta-feira, o técnico Luiz Felipe Scolari ainda comandará atividade no Estádio Sang-Am, palco do amistoso de sábado contra a Coreia do Sul. O jogo começa às 8 horas (de Brasília). Na próxima terça, às 8h45, a equipe mede forças com a Zâmbia no Estádio Ninho de Pássaro, em Pequim (China).

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade