Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

De Gobbi a Danilo Fernandes, torcida do interior apoia o Corinthians

Helder Júnior Araraquara (SP)

O Corinthians parece ter reencontrado um pouco de paz em Araraquara. Ao menos cerca de uma hora antes de o clássico contra o Santos começar. Jogando fora de São Paulo em função de punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o time que foi muito cobrado pela eliminação na Copa do Brasil, diante do Grêmio, acabou ovacionado por torcedores do interior paulista.

A delegação corintiana experimentou um pouco do calor do público de Araraquara já na chegada à Arena Fonte Luminosa. Com o clima bastante quente, o ônibus foi cercado por muitos torcedores no trajeto até o estádio, todos empolgados com a presença do Corinthians no município. Apenas um senhor, em tom de brincadeira, divertiu-se com um berro na direção do veículo: “Vaza, Pato!”.

Já dentro do estádio, o apoio foi maior. O presidente Mário Gobbi caminhou no gramado para se dirigir às tribunas e foi aplaudido por diversos torcedores. Ele chegou a acenar para o público, que registrava o momento com vários disparos de fotografias.

Os goleiros do Corinthians conseguiram cativar ainda mais torcedores. Quando Walter apareceu para realizar aquecimento, teve o seu nome gritado com uma intensidade que certamente jamais escutara. A boa atuação contra o Grêmio, apesar da eliminação do Corinthians, ajudou o atleta a ganhar projeção.

Mas não foi apenas Walter que levantou o público. Pouco depois de o agora substituto imediato de Cássio ser idolatrado, o seu reserva Danilo Fernandes também teve o nome entoado com entusiasmo pela torcida.

A manutenção da paz no Corinthians, contudo, depende de um bom resultado no clássico contra o Santos. Ainda mais porque os torcedores organizados, que estavam em pequeno número no estádio quando Gobbi e Danilo Fernandes foram exaltados, costumam ser menos pacientes do que os corintianos de Araraquara.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade