Futebol/Copa do Mundo de 2014 - ( - Atualizado )

Despreocupado com Klose, Ronaldo aponta seleções favoritas para 2014

Zurique (Suíça)

Duas vezes campeão e maior artilheiro da história das Copas do Mundo. Tais definições tornam o ex-atacante Ronaldo um dos atletas mais importantes da maior competição de futebol do planeta. Nesta segunda-feira, então, o ex-jogador e atual integrante do Comitê Organizador Local do Mundial de 2014 usou de sua experiência no torneio para apontar as seleções que considera favoritas para o campeonato, disputado no Brasil a partir de junho do ano que vem.

Segundo o Fenômeno, em entrevista ao site da Fifa, o título deve ficar entre três equipes: “Existem muitas possibilidades. Espanha e Alemanha seguem sendo candidatas, mas o Brasil também demonstrou uma grande força e jogará em casa. Em ordem, eu diria que os favoritos são: Brasil, Alemanha e Espanha”, listou Ronaldo, que assim como na Copa das Confederações, deve atuar como comentarista durante o Mundial de 2014.

Para ele, aliás, a disputa e conquista do torneio da Fifa em junho deste ano, apesar de não contar como grande título na história do futebol brasileiro, foi de extrema importância para aumentar a confiança e unir o grupo comandado por Luiz Felipe Scolari na preparação para a Copa do Mundo do ano que vem.

AFP
Maior artilheiro da história dos Mundiais, Ronaldo vê a Copa das Confederações como arma do Brasil para 2014

“A Copa das Confederações não tem o mesmo peso de um Mundial, mas a equipe deu uma grande mostra do potencial que tem. Com tempo para realizar treinamentos, o Brasil melhora muito o seu jogo. O título da Copa das Confederações alimentou muito a esperança dos brasileiros em ganhar a Copa do Mundo em casa”, afirmou o ex-camisa 9, que agora atua como cartola na organização do Mundial.

Porém, além das preocupações com o andamento das obras e a propaganda da competição de 2014, Ronaldo terá outro motivo para ficar bem atento à disputa do torneio no Brasil no ano que vem. Miroslav Klose, experiente atacante alemão, está a apenas um gol de sua histórica marca de 15 tentos em Copas do Mundo e, caso seja convocado – o que é bem possível –, poderá quebrar o recorde e se tornar o maior artilheiro das Copas do Mundo.

Para o Fenômeno, no entanto, tal possibilidade não assusta. Segundo o ex-jogador, um dia ou outro esta marca será superada. “Muita gente me fala deste tema... Acredito que no futebol os recordes existem para serem quebrados. Não me preocupo com a possibilidade de o Klose me ultrapassar; Algum dia alguém superará. Minha história foi feita com muitos gols e não é isto que irá apagá-la. Meus feitos, meus 15 gols não poderão ser apagados”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade