Futebol/Seleção Brasileira - ( - Atualizado )

Diego Costa põe fim a mistério e decide defender a Espanha

Madri (Espanha)

A Federação Espanhola de Futebol anunciou nesta terça-feira, por meio de sua conta oficial no Twitter, que Diego Costa escolheu defender a atual campeã mundial. O atacante do Atlético de Madri teria assegurado sua intenção através da assinatura de um documento oficial, que será enviado à CBF.

“O atacante comunica no documento dirigido a Julio Cesar Avelleda, secretário geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), seu desejo de ficar à disposição do treinador da seleção espanhola, Vicente del Bosque, a partir deste momento”, diz um trecho do comunicado, veiculado pelo jornal As.

Diego Costa foi convocado de forma antecipada pelo técnico Luiz Felipe Scolari para os últimos dois amistosos do Brasil no ano – contra Chile e Honduras, dias 16 e 19 de novembro, respectivamente. O atacante já defendeu o Brasil em amistosos diante de Itália e Rússia, disputados em março. Segundo regimento da Fifa, o jogador poderia defender a seleção espanhola, já que não disputou competições oficiais pela seleção brasileira. A entidade máxima do futebol ainda não se posicionou oficialmente sobre o caso, no entanto.

A expectativa, antes da decisão oficial de Diego Costa, era de que a CBF denunciasse um possível aliciamento dos espanhóis para contar com o jogador, que poderá defender a Roja na Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil. Felipão deve se pronunciar sobre o novo fato nesta quinta-feira, quando divulga o restante dos convocados para os jogos contra Chile e Honduras.

AFP
Pretendido por Luiz Felipe Scolari, Diego Costa disse que comemoraria gol contra o Brasil na Copa

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade